Moradores relatam novo tiroteio no Juramento

Segundo informação enviada ao WhatsApp do DIA, o traficante Flavinho do Juramento teria sido baleado

Por O Dia

Rio - Moradores do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte, relataram ao WhatsApp do DIA (98762-8248) mais um intenso tiroteio na comunidade neste domingo. A guerra entre traficantes que começou na última sexta-feira, segue amedrontando quem reside na região. "Estão roubando os moradores e pegando os celulares. A menina aqui acabou de ser roubada", denunciou uma moradora que não quis se identificar. Outros moradores relataram até que granadas estão sendo utilizadas.

Em outra mensagem, um relato afirma que o traficante Flavio Silva Mendonça, o Flavinho do Juramento, foi baleado e estaria na parte alta da comunidade. Ele seria o chefe do tráfico na comunidade. Por volta das 14h, a Polícia Militar confirmou que houve confronto entre traficantes rivais. Embora o 41ºBPM (Irajá) esteja ocupando a comunidade desde sábado, os policiais não participaram do tiroteio.

Equipe do DIA flagrou homens armados circulando no Juramento no sábado%2C durante operação do Bope. Clima na comunidade segue tensoFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Segundo o Metrô Rio, por motivos de segurança pública, a estação Tomás Coelho fechou às 13h16. Por volta das 15h49, o local foi reaberto. Outra estação que fica no entorno do Morro do Juramento, a estação Vicente de Carvalho segue aberta nesta tarde.

Na madrugada de sábado, houve pelo menos sete horas de tiroteios na região entre bandidos de facções rivais e seis bandidos teriam sido mortos. O confronto tem provocado pânico aos moradores da comunidade e de bairros vizinhos, como Vicente de Carvalho e Tomás Coelho. O ataque teria sido liderado por Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, chefe do tráfico na Pedreira, em Costa Barros.

Últimas de Rio De Janeiro