Eduardo Paes anuncia mudanças no secretariado e nomeia enteado de Pezão

Prefeito negou que a escolha tenha sido um pedido do governador; ex-secretário da Casa Civil, Pedro Paulo (PMDB) comandará nova pasta, a antiga Secretaria de Governo

Por O Dia

Rio - O prefeito Eduardo Paes publicou nesta quarta-feira, no Diário Oficial, as mudanças no seu secretariado. Além de criar novas pastas, como a Secretaria Municipal de Saneamento e Recursos Hídricos, Paes nomeou o enteado do governador Luiz Fernando Pezão, Roberto Horta Jardim Salles - filiado do PMDB desde 2011 - para comandar um novo cargo. O prefeito dividiu a subprefeitura da Zona Norte em três, e Horta assumirá uma delas, recebendo cerca de R$ 10 mil no posto. 

Paes se reuniu nesta quarta-feira com o ministro do Turismo%2C Vinícius Lages%2C na sede da Prefeitura%2C na Cidade Nova%2C para discutir projetos para a Rio 2016Levy Ribeiro / Agência O Dia

O prefeito negou que a escolha do enteado do governador tenha sido motivada por isso. "Foi uma escolha pessoal do prefeito. A informação de que ele é uma escolha técnica não é correta. Na verdade ele é uma escolha política minha", disse Paes, afirmando ainda que seleciona quadro com "disposição política".

"Ninguém aponta subprefeito pra mim. Não tem vereador ou deputado que nomeie subprefeito. Essa decisão é minha e estamos aí com um quadro jovem, com disposição política para cuidar de uma área da cidade. Eu estou sempre olhando para pessoas que têm disposição", declarou ele, que completou: "O subprefeito tem que gostar de gente, gostar de povo, falar com as pessoas e ter disposição para receber críticas e isso observei no Roberto nesse período. Então é uma indicação minha, não tem pedido de Pezão nenhum. Tenho muito orgulho de ter ele no meu governo". 

Outros anúncios

Paes também anunciou a volta do ex-secretário da Casa Civil e deputado federal pelo PMDB, Pedro Paulo; porém, desta vez, à frente da pasta de Secretaria Executiva de Coordenação de Governo (antiga Secretaria de Governo). Quem assumirá a secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos é Pierre Alex Domiciano Batista, do PT, que comandava a Secretaria de Habitação. A pasta será comandada por Carlos Francisco Portinho, do PSD, conforme adiantou o DIA na edição do último sábado.

"Na verdade são mudanças, e a primeira e mais importante delas é a volta do deputado Pedro Paulo, que já tinha um pouco essa função de coordenar todas as ações de governo a partir da Casa Civil", disse Paes.

"Neste momento que a cidade passa por tantas transformações, ele vai olhar para esse plano estratégico olhando para o pós 2016. Tem um papel importante de coordenação como um todo na integração dos diversos órgãos da prefeitura nas Olimpíadas, as coordenação de programas como a fábrica de escolas, a fábrica de Clínicas da Família, que são fundamentais para a gente mudar a realidade da cidade", afirmou o prefeito. 

Já na secretaria de Administração entra Marcelo André Cid Heraclito do Porto Queiroz (PP), e quem comandará a pasta de Cultura, antes com Sérgio Henrique Sá Leitão Filho, é Marcelo Calero, do PSDB. ele, inclusive, já atuava no comitê Rio 450.

Últimas de Rio De Janeiro