Polícia prende em Pernambuco suspeito de integrar milícia em Duque de Caxias

Bruno Barbosa Ramalho foi preso no município de Joboatão dos Guararapes. Ele é acusado de assassinato na Baixada

Por O Dia

Rio - Apontado como integrante de uma milícia que atua em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Bruno Barbosa Ramalho, de 27 anos, foi preso na noite desta terça-feira por agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), em Pernambuco. O acusado foi encontrado em Jaboatão dos Guararapes e responde ainda pelo homicídio de Alan Santos de Castro, 27.

Preso em Pernambuco%2C Bruno Barbosa Ramalho desembarcou terça-feira no Rio de Janeiro. Ele é acusado de fazer parte de uma milícia que atua em Duque de CaxiasReprodução / TV Globo

A vítima foi assassinada no dia 13 de junho do ano passado, no bairro Parque Comercial, em Caxias. Desde então, o acusado vinha sendo procurado. Bruno trabalhava uniformizado em um depósito de gás quando os policiais chegaram e lhe deram voz de prisão.

De acordo com o delegado Wellington Vieira, Alan não era o alvo dos milicianos, mas estava ao lado de um homem que teve a morte decretada pelo grupo. Ele conseguiu fugir, mas acabou sendo morto.

“Como o Alan estava com outro homem, que era o alvo do grupo, acabou sendo morto também. Identificamos quatro acusados e pedimos as prisões em agosto, mas a Justiça ainda não expediu os mandados”, afirmou o delegado.

Bruno também está preso por outro homicídio, ocorrido em 2012, e tinha mandado de prisão desde 2010 por formação de quadrilha, expedido a partir de investigações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco).


Últimas de Rio De Janeiro