Sobe para 19 o número de vítimas de balas perdidas no Rio em 12 dias

Motorista de ônibus foi atingido durante troca de tiros entre criminosos envolvidos em 'saidinha de banco' e PMs, na Taquara

Por O Dia

Rio - O Rio registrou nesta quarta-feira a 19ª vítima de bala perdida em 12 dias. Desta vez, um motorista de ônibus foi atingido por volta do meio-dia durante uma troca de tiros entre policiais e criminosos envolvidos em uma 'saidinha de banco', na Taquara, Zona Oeste do Rio.

Segundo policiais, dois assaltantes que estavam em uma moto abordaram a vítima quando ela deixou a agência bancária na Avenida Nelson Cardoso. A vítima se negou a entregar o cordão e o dinheiro e os bandidos atiraram. De acordo com a Polícia Militar, três pessoas ficaram feridas na tentativa de assalto, entre elas o motorista baleado - identificado como Marcio de Lima, 32 anos -  e uma idosa, que foi atingida por estilhaços.

Segundo a PM, os três foram levados para a UPA do bairro e já foram liberados, com exceção do motorista, que ainda está na unidade. Procurada, a assessoria da secretaria estadual de Saúde ainda não informou o estado de saúde do condutor. 

Parentes de vítima de bala perdida pedem paz e fim de tiroteios

Em 10 dias, 17 pessoas foram vítimas de balas perdidas na Região Metropolitana

De acordo com 32ª DP(Taquara), foi instaurado inquérito para apurar a tentativa de assalto. Além disso, agentes da delegacia realizam diligências para localizar câmeras de segurança que possam ajudar a identificar os criminosos. A Polícia Civil informou que a perícia já foi feita no local e testemunhas e vítimas estão sendo chamadas para prestar depoimento.

Na segunda-feira à noite, um adolescente de 16 anos foi a 18ª vítima de bala perdida em 11 dias no Rio. Ele foi atingido durante troca de tiros entre traficantes e policiais da UPP da Fazendinha, no Complexo do Alemão. 

Últimas de Rio De Janeiro