Por nicolas.satriano

Rio - Militares do Exército e bandidos na Vila do João, no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, trocaram tiros na tarde desta quinta-feira. De acordo com a Força de Pacificação, após o confronto, que aconteceu próximo à Avenida do Canal com a Rua 17, a região foi vasculhada e os agentes foram informados que duas pessoas foram feridas no tiroteio.

Também segundo o Exército, os baleados foram socorridos à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila do João, que fica próximo ao complexo de favelas. Até a última atualização desta matéria, os militares estavam na unidade para obter informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Mais cedo, também nesta quinta-feira, a assessoria de comunicação do Exército havia divulgado uma nota afirmando que não havia informação de feridos. No entanto, o segundo informativo dizia que, após o confronto inicial (no mesmo local), a tropa de Força de Pacificação teria sido novamente atacada por bandidos e teria recuado diante desta segunda ofensiva. 

Só com o cessar fogo é que os dois homens baleados foram identificados e encaminhados à UPA, segundo o Exército. 

Em vídeo compartilhado nas redes sociais também nesta quinta-feira, é possível ver moradores carregando um homem aparentemente ferido e um militar observando.

Confira na íntegra as duas notas

Nota 1:

A Força de Pacificação informa que, no dia 29 de janeiro, por volta das 14h30, durante um patrulhamento na região do Conjunto Esperança/Vila do João, no Complexo da Maré, a tropa foi recebida por disparos de arma de fogo, oriundos da Avenida do Canal com a Rua 17. Seguindo as regras de engajamento, a tropa respondeu à ameaça e efetuou 6 (seis) disparos, respeitando os princípios de autodefesa e proporcionalidade. Os elementos armados evadiram-se do local, onde estão sendo realizados vasculhamentos. Até o momento, não há informação de feridos.


?Nota 2:

Em complemento à informação anterior, a Força de Pacificação esclarece que, após o confronto inicial, ainda nas imediações da esquina da Avenida do Canal com a Rua 17, a tropa foi novamente engajada por elementos armados. Visando à segurança da tropa e da população, a patrulha assumiu postura defensiva diante do risco que ainda persistia de disparos provenientes dos criminosos, recuando nesse segundo momento.

Após cessar a agressão à tropa, foi realizado novo vasculhamento na área em busca de feridos e a Força de Pacificação foi informada de que dois elementos feridos por arma de fogo deram entrada na UPA da Vila do João. Na sequência, integrantes da F Pac deslocaram-se àquela unidade de saúde para obter informações sobre os feridos.

Você pode gostar