Por nicolas.satriano

Rio - Confusão entre policiais militares e participantes de um ato contra o aumento de passagens de ônibus deixou dois jovens feridos na Central do Brasil, por volta das 20h desta sexta-feira.

Um dos feridos ficou com a cabeça coberta de sangue e um ferimento provocado por uma pancada. Mesmo machucado, ele foi detido pela PM por desacato. O outro rapaz ficou desacordado e foi socorrido por bombeiros para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Segundo a corporação, nenhum dos dois estava em estado grave. Até o fechamento desta edição, as identidades deles não foram reveladas.

O ato começou sem tumulto desde a Candelária, por volta das 18h30, quando um grupo de cerca de 150 manifestantes iniciaram a caminhada. Levando bandeiras, faixas e cartazes, eles pediam passagem grátis nos ônibus do Rio. O grupo interditou uma pista da Avenida Presidente Vargas.

Na Central, entretanto, os PMs fizeram um cordão de isolamento na frente do protesto, o que gerou a confusão, pois manifestantes tentaram furar o bloqueio para entrar na estação de trem. Após o tumulto, a PM formou um novo cordão de isolamento nas catracas da Central e o ato foi dispersado por volta das 20h30.

Você pode gostar