Depósito vai mudar de endereço um mês após ação do traficante Playboy

'Os incomodados que se mudem'. Após roubo de 193 motos a mando do traficante Playboy, empresa terceirizada cede e sai

Por O Dia

Rio - No Complexo da Pedreira, em Costa Barros, Zona Norte do Rio, as leis do traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, parecem falar mais alto. Tanto que, se valendo do ditado popular “os incomodados que se mudem”, a empresa Rodando Legal, dona do depósito na Rua Senador Mozart Lago, em Fazenda Botafogo, está de malas prontas. Há um mês, 193 motos foram levadas do endereço pelo bando do atual inimigo nº 1 do estado. Do total roubado, 95 veículos continuam em poder dos criminosos.

Em nota, o Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro), que terceiriza os serviços da empresa, informou que “o espaço não está mais recebendo novos veículos desde o roubo e o depósito será transferido para uma nova área, ainda em análise”.

No dia seguinte ao roubo, 97 motos foram devolvidas, mas a polícia ainda não localizou os outros veículosFoto%3A Severino Silva / Arquivo Agência O Dia

Segundo investigações da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), não restam dúvidas de que Playboy foi o mentor intelectual da ação, na qual cerca de 30 bandidos armados renderam os seguranças da empresa. Os agentes também descobriram, por meio de imagens de câmeras, que foram feitas mais de cinco viagens, durante 1h30, até que as motocicletas fossem retiradas do pátio. Embora muitos moradores tenham participado da ação, o número é bem menor do que o cogitado inicialmente.

A lista com as placas de todos os veículos levados já foi entregue. No entanto, faltam ações de combate aos criminosos. A única grande operação realizada no Complexo da Pedreira em busca das motos foi coordenada pela DRFA, dias após a invasão. E a prova de que o traficante tem grande influência sobre a região veio com o resultado: de 112 motocicletas apreendidas — sendo 73 com problemas de documentação e 39 roubadas — apenas uma delas foi retirada do depósito.

As outras 97 recuperadas até agora, na verdade, foram devolvidas pelos próprios bandidos. Cinco pessoas já foram ouvidas no inquérito. Questionada sobre a quantidade de operações realizadas pelo 41º BPM (Irajá) na região em busca das motocicletas, a Polícia Militar se limitou a dizer que as investigações estão a cargo da Polícia Civil. O Detro informou ainda que multou a empresa Rodando Legal por falhas apresentadas no processo. No entanto, o cenário na rua é o mesmo. Na última terça-feira, apenas um vigia fazia a segurança da empresa.

Indenização abaixo do valor de mercado

Como se não bastassem a indignação e o transtorno dos proprietários que tiveram o veículo roubado dentro de um depósito de responsabilidade do estado, alguns enfrentam agora outro problema. As indenizações oferecidas pela empresa seriam inferiores aos valores de mercado de algumas motos.

No caso de Ademilson Rangel da Cruz, de 33 anos, que teve uma Honda PCX nova roubada, a divergência é grande. “A minha moto é modelo 2014/2015. Ela ainda estava sem placa. Só que eles me oferecem R$ 7 mil, enquanto, há cerca de um mês, ela valia R$ 10.200. Como o valor caiu tanto?”, indaga.

Segundo Ademilson, para receber o valor, ele teria de passar o veículo para o nome da empresa, mas continuaria pagando as 24 parcelas restantes de R$ 465. A Rodando Legal informou que “cada caso é avaliado e negociado individualmente”.

Playboy é foragido do sistema penitenciário desde 2005 e tem 22 mandados de prisão. O Disque Denúncia oferece R$ 50 mil por sua captura.


Últimas de Rio De Janeiro