Muro de trecho interditado da Linha Amarela desaba parcialmente

Área em Del Castilho já estava interdita desde quinta-feira quando parte cedeu

Por O Dia

Rio - Parte do muro de contenção da alça da saída 4A da Linha Amarela, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio, desabou na madrugada deste sábado. De acordo com a Defesa Civil Municipal não houve feridos. O local estava interditado desde a tarde de terça-feira, quando cedeu parcialmente. Técnicos estão no local realizando uma perícia e fazendo uma nova avaliação.

Muro de trecho interditado da Linha Amarela desaba parcialmenteSeverino Silva / Agência O Dia


O secretário de Defesa Civil, Márcio Mota, está no local. Ele ainda não deu declarações sobre o novo incidente e aguarda o fim dos trabalhos de avaliação. Durante a madrugada, um temporal atingiu a cidade por volta das 3h30. A suspeita é de que a chuva forte tenha contribuído para o desabamento.

Até a noite desta sexta-feira não havia previsão para a reabertura do viaduto da saída 4A da via expressa, nem da normalização da linha férrea que passa sob a estrutura. Na tarde de quinta-feira, o tráfego no ramal de Belford Roxo da Supervia foi suspenso por quase duas horas no local. Após a reabertura, só uma das linhas do ramal está sendo operada e há limitações no fluxo de trens, com intervalos maiores do que o normal.

Segundo a Lamsa, concessionária que administra a via informou na sexta-feira, as causas estão sendo apuradas e ainda não há previsão para que as pistas do viaduto sejam reabertas também. A concessionária dos trens, a SuperVia, informou que aguarda a avaliação de técnicos da empresa que administra a via expressa e da Defesa Civil para normalizar o tráfego do ramal Belford Roxo.

Ainda segundo a SuperVia, o ramal de Belford Roxo está operando com intervalos de 30 minutos. A Secretaria Estadual de Transportes informou que a frota de ônibus na área foi reforçada.

Últimas de Rio De Janeiro