Por nicolas.satriano

Rio - Cenas de selvageria marcaram o fim do bloco ‘Meu Amor, Eu Vou Ali’, neste domingo, em Vila Valqueire, Zona Oeste. Além de uma briga generalizada em um trecho da Estrada Intendente Magalhães, que provocou pânico entre os foliões, uma pessoa foi morta nos arredores do local, após suposta tentativa de assalto a um policial militar.

Em vídeo divulgado na Internet, pelo menos 30 homens participaram de uma intensa pancadaria na frente do Jumbo Hotel. Pelas imagens, a vítima desmaia após ser agredida com um chute na cabeça. Ele ainda é pisoteado por outro agressor mesmo desacordado.

Em outra imagem, um folião que estava dentro do hotel relata os momentos de tensão de quem procurou abrigo. “Estão dando tiro aqui. Maior sufoco. Não tem como sair do hotel, é muita briga lá fora”, detalha a pessoa.

Apesar das imagens do confronto, a PM informou que policiais do 9° BPM (Rocha Miranda) receberam a informação de que turmas rivais planejavam encontros para brigas e reforçou o efetivo em mais 50 policiais. Com isso, a Unidade de Controle de Distúrbios do Batalhão de Choque esteve no local e teria evitado o quebra-quebra ocorrido nos anos anteriores.

Próximo dali, na Rua das Dálias, segundo informações da PM, um militar de folga teria reagido a uma tentativa de assalto, matado um suspeito e baleado outros dois. Na ocasião, Ricardo Viana José não resistiu aos ferimentos. A Divisão de Homicídios (DH) da Capital, que registrou o caso como homicídio em legítima defesa, fez perícia no local e apreendeu as armas do PM e do suspeito.

Ainda segundo a DH, Yan do Nascimento Félix e Vantuil José Nunes, que fugiram após o crime, foram localizados no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Reconhecidos pelo PM, eles foram presos em flagrante e autuados por tentativa de roubo.

Você pode gostar