Acusado de agredir cães da namorada deve prestar depoimento nesta terça

Homem será excluído do quadro de sócios do bar que ele tem na Barra da Tijuca, informaram seus sócios

Por O Dia

Rio - Rafael Hermida foi intimado a prestar depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca) nesta terça-feira. Ele é acusado de agredir dois cães da namorada no último dia 31 de janeiro. A mulher desconfiou do comportamento de seus animais depois que seu companheiro se mudou para a sua casa. Ela então instalou câmeras de segurança no local e já no primeiro dia de gravação pôde ter certeza do que estava acontecendo. Em dois vídeos publicados por ela no Facebook, o homem de 34 anos é visto agredindo duas cadelas da raça buldogue francês. As cenas geraram grande comoção na rede social.

Com os vídeos, a mulher procurou a delegacia, onde o caso foi registrado como crime de maus tratos. De acordo com a Polícia Civil, ela já foi ouvida e os agentes analisam as imagens divulgadas por ela. Rafael, que é sócio de um bar na Barra da Tijuca, será excluído da sociedade do estabelecimento, informaram neste domingo os outros dois sócios. Devido à repercurssão do caso, Rafael excluiu suas contas em redes sociais, como Instagram, Facebook e Twitter.

No vídeo, Rafael é visto sozinho na sala do apartamento. Ele pega uma das cadelas no colo e dá cabeçadas na cachorra. Depois, segura o animal pelas patas traseiras e solta para que ele caia no chão. A cadelinha corre para debaixo da mesa da sala. Não satisfeito, ele pega a cachorrinha de novo e aperta o pescoço do animal, jogando-a com força no chão.

"Essa pessoa que recebi na minha casa, com todo amor e carinho, foi capaz de cometer as atrocidades que vocês vão assistir. Não tenho palavras para descrever tamanha covardia com seres tão puros e indefesos que nunca o fizeram mal. O único sentimento que tenho é o remorso de não ter percebido antes para poupá-las", disse a dona dos animais.

Mulher instala câmeras em casa e flagra o namorado agredindo suas cadelas

Um evento criado no Facebook convoca ativistas, protetores e defensores da causa animal para comparecerem a um protesto marcado para ocorrer na porta do estabelecimento na próxima sexta-feira, 13, às 20h. Os organizadores pedem que os interessados em participar levem cartazes, cartolinas, faixas e apitos. O evento já conta com mais de 700 pessoas confirmadas.

Rafael pega cão pelas patas%2C levanta e joga animal no chão Reprodução / Facebook

Leia na íntegra a nota oficial do bar:

Boa noite! Hoje a tarde emitimos uma nota oficial repudiando o fato no instagram! Colocamos agora em anexo para que vocês possam ler, caso ainda não tenham lido... Gostaríamos de externar meu completo repúdio com o acontecido! Estamos amanhã [segunda-feira] mesmo retirando esse sócio do estabelecimento... O que nos preocupa muito é o fato de que no calor das emoções muita gente mistura o autor do crime com o estabelecimento! Estamos tão chocados e revoltados como todos! Porém nesse momento de emoção vejo pessoas falarem em "quebrar o bar"... "Mandar fechar" etc etc etc! Gostaríamos de pedir que todos tivessem o bom senso de pensar que os demais sócios (tem mais dois) não podem ser punidos por nada! Afinal eles não cometeram crime algum! O bar é ganha pão deles e mais, empregamos cerca de 15 pessoas dentre garçons, barmans, cozinheiros e etc que são trabalhadores honestos e precisam daqui pra viver! Repetimos: ele sairá da sociedade muitíssimo em breve... O tempo será apenas para que todos os trâmites legais sejam solucionados! Estamos revoltados assim como vocês! Desde já, agradecemos a compreensão de todos!! Mas punam apenas quem tem culpa!! Obrigado!

Últimas de Rio De Janeiro