Polícia prende 19 acusados de violência contra a mulher no Rio

Durante a operação, agentes prenderam um pai que abusou da própria filha menor de idade e um pastor influente em Xerém

Por O Dia

Rio - Pelo menos 19 acusados de violência doméstica e sexual contra a mulher foram presos nesta quinta-feira, durante a operação 'Voz da Liberdade', realizada pela Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM), em diversas regiões do Rio. 

Um dos presos acusados de agressão à mulher%2C o pastor Ronaldo Santana Mendes%2C 46 anos%2C é considerado uma personalidade influente em XerémFábio Gonçalves/ Agência O DIA

A ação é realizada simultaneamente por todas as 12 Delegacias de Atendimento à Mulher (DEAM) do Estado, e tem por objetivo a conscientização pelo combate à violência contra a mulher, especialmente em épocas de Carnaval. Os agentes iniciaram a operação para cumprir mandados de prisão, no início da manhã, em São Gonçalo, Duque de Caxias e no Rio.

Entre os 19 presos, está um pai que estuprou a própria filha, menor de idade, em Duque de Caxias. A adolescente chegou a contrair uma doença venéria. O criminoso também abusou sexualmente da enteada e da amiga dela.

Também no município da Baixada Fluminense, os policiais prenderam o pastor Ronaldo Santana Mendes, 46 anos, acusado de agressão. Ele já respondia por tentativa de homicídio na Argentina, e é considerado um religioso influente em Xerém. 

Na casa de um acusado que não foi preso%2C em São Gonçalo%2C agentes apreenderam armas e muniçõesFábio Gonçalves

Na casa de um outro acusado, em São Gonçalo, que ainda não foi preso, os agentes chegaram a encontrar uma escopeta, duas pistolas e munições. O homem já tem passagem por agressão e ameaça.

Últimas de Rio De Janeiro