Por paulo.gomes

Rio - O MetrôRio instalou bilheterias externas em quatro das principais estações da cidade, para evitar tumultos com o aumento no fluxo de passageiros durante o Carnaval. O sistema vai funcionar nos horários de pico das estações Praça 11, que dá acesso ao Sambódromo, além de Glória, Carioca e Praça General Osório, em Ipanema.

Como alternativa, todas as estações terão máquinas de autoatendimento para a compra da passagem. Os horários sofreram modificações. Até às 23h de terça-feira, os trens vão circular sem interrupções. Já na quarta, haverá extensão de embarque até à 1h nas estações Central e Praça 11, em virtude do desfile das escolas mirins.

Nas estações da Praça 11%2C Glória%2C Carioca e Praça General Osório foram instaladas bilheterias para atender a demanda no CarnavalEstefan Radovicz / Agência O Dia

Saída para a Região dos Lagos congestiona Av. Brasil e Ponte

Os motoristas que decidiram viajar no domingo em direção à Região dos Lagos sofreram com os congestionamentos formados próximos à Ponte Rio-Niterói. Quilômetros de veículos atravancavam a pista do meio da Avenida Brasil, que seguia lenta desde Bonsucesso, e a saída da Linha Vermelha, no trecho do Caju. De acordo com o Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio), o tempo de travessia do Rio a Niterói era de 45 minutos, durante a manhã, e a retenção permaneceu até às 14h.

Cansado de esperar, Eduardo Vieira, de 32 anos, ficou perto do seu carro enquanto a fila não andava. Parado próximo ao Cemitério do Caju, o rapaz afirmou que não esperava encontrar grande movimentação de veículos na pista, por ser domingo de Carnaval. “Saí de casa tem uma hora, e ainda estou aqui. Os carros andam um pouco e param”, comentava indignado.

Para diminuir o desgaste da família durante a viagem entre Ilha do Governador e Barra de São João, Região dos Lagos do Rio, Jorge Moreira, 48, e a mulher, Neucilene Bezerra, 38, incluíram nas malas biscoitos, água e refrigerantes para hidratar os filhos. “Como enfrentei sete horas de engarrafamento ontem, e voltei para buscar as crianças, hoje estou preparado. E já ouvi que a Ponte está engarrafada”.

Segundo a CCR Ponte, concessionária que administra a Ponte Rio-Niterói, eram esperados 185 mil veículos na via na sexta-feira e no sábado de Carnaval. Porém, o fluxo intenso na BR 101 e no Km 294, em Itaboraí, formaram uma fila 11 quilômetros, refletindo na Ponte e seus acessos.

Reportagem de Marcelle Bappersi

Você pode gostar