Padre Omar: O 'agir' revela o 'ser'

É possível, sim, se divertir no Carnaval sem abrir mão da coerência de vida

Por O Dia

É Carnaval. Tempo de diversão para muitos, de descanso e lazer para outros tantos e ainda de retiro espiritual para alguns. Seja qual for a nossa opção, o fundamental é não esquecermos de quem nós somos, em qualquer ambiente.

Afinal, é o agir que revela o ser, não é verdade? Na liturgia deste domingo, São Paulo, ao se dirigir aos Coríntios (I Cor 10, 31-32), diz algo muito importante para nós, especialmente para estes dias de folia:

“Quer comais, quer bebais, quer façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus. Não escandalizeis ninguém, nem judeus, nem gregos, nem a Igreja de Deus.”

Uma vida bem vivida é aquela em que assumimos plenamente nossos papéis sociais, desempenhando as funções que nos são pertinentes com alegria, sem deixarmos de ser quem nós somos em essência.

Esse agir coerente nos permite consagrar cada momento a Deus, fazendo tudo para a Sua glória. Infelizmente, há quem condene a diversão carnavalesca. E a gente entende que realmente não há como negar que essa festa popular oferece inúmeras oportunidades para todo tipo de coisas que não condizem com o comportamento cristão; no entanto, essas mesmas oportunidades estão diante de nós o ano todo!

É possível, sim, se divertir no Carnaval sem abrir mão da coerência de vida. É possível fazer boas opções. Sim, temos como passar o Carnaval sem escandalizar ninguém!Ora, se agimos com coerência durante todo o ano, comprometidos com nossa identidade de filhos de Deus, para dar glórias a Ele com cada atitude do cotidiano, por que não agiríamos assim no Carnaval?

Lembro de São Pedro, que foi identificado por uma criada, no meio do povo, como um dos discípulos, quando Jesus foi preso, por seu modo de falar! Não por ser da Galileia, mas porque, certamente, após conviver por três anos com o Senhor, era diferente.

Eu e você também somos diferentes: temos algo de Deus em nós! Eu quero ter a graça de ser reconhecido como cristão aonde quer que eu vá e em tudo o que eu faça. E você, está disposto? ‘Tamu junto’!

Últimas de Rio De Janeiro