Por nicolas.satriano

Rio -Moradores e comerciantes de Niterói ficaram cerca de 24 horas sem luz, desde o temporal que caiu sobre à cidade na terça-feira à noite. O fornecimento de energia só foi restabelecido por volta de 19h desta quarta-feira. Em algumas ruas, como a Coronel Moreira César, em Icaraí, restaurantes e lojas ficaram fechados. São Gonçalo também foi atingido.

Bairros nobres de Niterói, como São Francisco e Icaraí, foram bastante afetados pelo problema. André Alves. gerente do restaurante O Galeto, em Icaraí, calcula um prejuízo de R$ 20 mil. Pois, segundo ele, o movimento na Quarta-feira de Cinzas costuma ser intenso.

“Ficaríamos abertos até a meia-noite de terça e durante todo o dia de hoje (quarta). Muitas pessoas chegam de viagem do Carnaval e comem aqui. As perdas foram grandes para os comerciantes da área”, disse.

Gerente do Mattinata, que fica na mesma rua, Sirley Conceição também diz que teve grandes perdas: “Ainda não temos um cálculo preciso. Talvez tenha sido até mais de R$ 20 mil. Iríamos abrir às 9h. Mas só pudemos reabrir o restaurante às 19h ontem”, reclamou o comerciante.

Muitos moradores preferiram até sair de casa. Mãe de um bebê de 6 meses, Carolina Fernandes, de 31 anos, resolveu ir para a Região Oceânica “atrás de energia”, como disse. “Ficou impossível para o meu filho dormir aqui. Nossas contas são altas, e paguei R$ 350 de luz este mês. É um absurdo”, disse ela, indignada.

Moradora da Praia de Icaraí, Cínthia Mury, de 37 anos, também reclamou bastante: “Tive que subir de escada até o 11º andar do meu prédio. Essas coisas podem acontecer, mas ficar tanto tempo sem energia é absurdo”, opinou.

A Ampla informou que reforçou o atendimento emergencial com equipes extras nas ruas de Niterói.

Você pode gostar