Presidente da Suipa é detida por deixar 30 sacos de fezes na porta da Ampla

Isabel Cristina protestou por falta de luz e assistência da concessionária de energia elétrica

Por O Dia

Isabel Cristina após depoimento na delegacia Alexandre Vieira / Agência O Dia

Rio - A presidente da Sociedade União Internacional Protetora de Animais (Suipa), Isabel Cristina, foi detida na manhã desta quinta-feira após deixar 30 sacos de fezes de animais na escadaria da distribuidora de energia elétrica Ampla, em Niterói. Isabel declarou que fez o ato em "protesto" pela falta de luz e posicionamento da empresa.

Segundo Isabel, desde domingo ela está sem luz elétrica no local onde cuida de 800 cães e 200 gatos. Após diversas tentativas de resolver a situação com a Ampla, foram mais de 10 protocolos abertos, ela resolveu protestar. Sem luz, ela perdeu alimentos armazenado no local. "Perdi alimentos, carne e tudo que havia de perecível", contou Isabel.

A presidente da Suipa levou 30 sacos de lixo grandes à concessionária, que ao todo reuniam mais de 600 quilos de fezes, de acordo com Isabel. No local, foi impedida pelo segurança da empresa que tomou a chave de seu carro e chamou a polícia.

Isabel conta que escolheu esta forma de protesto pois depende da energia elétrica para ligar a bomba que faz a limpeza nos canis do animais.

Na 76ª Delegacia Policial, ela foi enquadrada por "arremesso ou colocação perigosa".

Procurada, a Ampla ainda não se posicionou a respeito do ocorrido.

Reportagem de Daiene Mendes

Presidente da Suipa levou 30 sacos de fezes para sede da Ampla%2C em NiteróiAlexandre Vieira / Agência O Dia


Isabel Cristina cuida de 800 cães e 200 gatos na SuipaFabio Gonçalves / Agência O Dia



Últimas de Rio De Janeiro