Portela declara que acusações da Anac sobre drones não têm fundamento

Segundo agremiação, 35 brinquedos de controle remoto foram usados em apresentação

Por O Dia

Rio - Após notificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por uso de drones em seu desfile, no último dia 16, na Sapucaí, a escola de samba Portela se manifestou na tarde desta sexta-feira dizendo que apenas 35 drones foram utilizados em sua apresentação. Segundo a agremiação, 32 deles tratavam-se apenas de brinquedos de controle remoto que não atingem mais de cinco metros de altura. A Anac informou nesta sexta ter notificado a escola de Madureira pelo uso de 400 drones.

"Os drones em forma de bola pesam cerca de 2kg, enquanto o de águia tem peso de cerca de 4Kg", informou a escola sobre os outros drones que participaram do desfile.

A respeito da investigação das licenças dos pilotos e paraquedistas que participaram da abertura do seu desfile, a Portela informou que possuem todas as autorizações necessárias e os saltos ocorreram dentro da regularidade prevista pelo Controle do Espaço Aéreo.

Escola usou drones simbolizando águias na AvenidaFoto%3A André Mourão / Agência O Dia

Saiba mais: Anac notifica Portela por uso de drones em desfile na Sapucaí

Segundo a Agência, foram abertos dois processos administrativos contra a Portela, que pode responder por ações de responsabilidade civil e penal. Na Sapucaí, a agremiação abriu seu desfile com um drone (veículo aéreo não tripulado) em forma de águia, animal que simboliza a escola.

A escola informou ainda que busca autorização junto à Anac e ao Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) para repetir os saltos dos paraquedistas no Desfile das Campeãs no próximo sábado.

Últimas de Rio De Janeiro