Polícia Civil prende chefes do tráfico de dois morros no Rio

Márcio Conceição da Silva foi encontrado nesta manhã em Niterói; na noite de segunda-feira, criminoso da Providência foi encontrado no Aeroporto do Galeão

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil do Rio prendeu na noite desta segunda-feira e na manhã desta terça-feira dois acusados de serem chefes do tráfico dos morros do Estado, em Niterói, e da Providência, no Centro do Rio. Nas ações, também foram apreendias armas e drogas, além de material para endolação. 

Agentes da 76ª DP (Niterói)  cumpriram seis mandados de prisão por tráfico de drogas, expedidos pela Justiça, contra Márcio Conceição da Silva, conhecido como “Mun-rá”, 34 anos, que comanda o crime no Morro do Estado. Durante a ação, os policiais também prenderam o dono da casa onde o criminoso estava escondido, situada na Estrada do Ibitiba s/nº, no município de Rio do Ouro.

Um veículo Agile, de propriedade do traficante, foi apreendido no local, onde também foram encontrados cocaína, maconha, uma pistola calibre 9mm, carregador para 762 e material para endolação de drogas. O criminoso foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Já na noite de ontem, policiais da 4ª DP (Praça da República) prenderam Alex Bezerra Flor, conhecido como Chora. Ele é apontado como um dos principais gerentes do tráfico de drogas da Providência. O criminoso foi abordado pelos agentes na área de desembarque do Aeroporto do Galeão, quando retornava de uma viagem de Salvador, na Bahia.

Alex foi localizado pelos policiais com base em investigações desencadeadas pela unidade policial para identificar e prender envolvidos no tráfico de drogas naquela região. Contra ele foi cumprido mandado de prisão, expedido pela Justiça, por tráfico de drogas. De acordo com o delegado Cláudio Vieira, titular da 4ª DP, o traficante é responsável por comandar ataques a policiais na parte baixa da comunidade.

Últimas de Rio De Janeiro