Conta de luz está mais cara a partir desta segunda-feira

Especialista aconselha mudança de hábitos . Reajuste médio Light é de 22,5% e Ampla só divulgará dia 15

Por O Dia

Rio - A conta de luz está mais cara a partir desta segunda-feira para os consumidores atendidos por 58 concessionárias em todo o país. O reajuste médio para os clientes da Light, no Rio, é de 22,5%. Quem é atendido pela Ampla terá que esperar até o próximo dia 15 para saber de quanto será a correção. E se as contas já estavam mais caras por causa da implementação das bandeiras tarifárias, em vigor desde 1º de janeiro deste ano, restará aos consumidores mudar alguns hábitos para tentar reduzir os custos.

Maria Aldenora foi pega de surpresa%3A ‘O nosso salário não aumenta’ Mauro Pimentel / Agência O Dia

Os aparelhos de ar-condicionado e as geladeiras são os principais vilões nesta época do ano, por causa das altas temperaturas, aponta Roberto D’Araujo, do Instituto de Desenvolvimento do Setor Energético (Ilumina). Segundo ele, é necessário também ficar atento às medidas consideradas por muitos como simples, mas que podem ajudar na redução. O especialista explica que o ar- condicionado e o refrigerador puxam energia por causa do compressor. “Temos a geladeira que fica ligada 24 horas. Em dias de calor forte, é mais do que necessário deixar o eletrodoméstico afastado de paredes ou armários para facilitar a troca de ventilação”, orienta Roberto.

Segundo ele, o ideal é substituir os aparelhos de ar-condicionado antigos pelos modelos mais novos, com tecnologia inverter, que permite uma atividade do compressor mais moderada.

Sobre o chuveiro elétrico e ferro de passar roupa, que usam resistência, o especialista concorda que há maior volume de gasto elétrico. Contudo, por não terem consumo contínuo, não são os que geram maior impacto nas contas de luz. Uma residência com um ar-condicionado e uma geladeira, os dois aparelhos são responsáveis por 80% dos gastos.

Maria Aldenora Pereira, 65 anos, aposentada, diz ter sido pega de surpresa com o novo reajuste: “Eu nem estava sabendo. Pior que a gente já se programa para pagar tudo na medida e de repente vem outro aumento. E o nosso salário não aumenta”. Questionada sobre medidas para economizar, quem acabará por pagar será a filha. “Já não vou poder colocar sempre créditos no celular.”

Micro-ondas, um dos vilões

Alguns hábitos podem ser adotados para aliviar o bolso, como trocar o forno de micro-ondas elétrico pelo convencional fogão a gás para preparar os alimentos e deixar de lado, por enquanto, a torradeira elétrica.

Roberto D’Araujo explica que o costume de desligar os aparelhos da tomada, de forma que não fiquem em stand by, só é válido se, ao colocar a mão sobre o aparelho, ele esteja quente: “Uma TV de LED, por exemplo, não costuma esquentar. Já os receptores de TV a cabo podem aquecer. Neste caso, vale a pena tirar da tomada. As TVs de LED precisam de um mínimo de circuito aquecido para não oxidar os componentes internos. Vivemos em uma região úmida e é preciso ficar atento para não precisar gastar com consertos mais pra frente”.

E se a família pretende segurar ainda mais os gastos futuros, uma dica é trocar aos poucos as lâmpadas eletrônicas pelas de LED. “Ainda são mais caras, mas têm consumo menor e não esquentam o ambiente”.

?ECONOMIZE

?Ar-condicionado

Mantenha o filtro sempre limpo e o termostato regulado. Portas e janelas bem fechadas ajudam. Proteja a parte externa da exposição do sol.

Chuveiro elétrico

Evite banhos demorados e em horários de pico, das 18h às 21h. Use a chave seletora na posição verão, reduzindo o consumo em até 30%. Ao ensaboar-se, desligue a torneira do chuveiro.

Geladeira e freezer

Instale em locais afastados da parede, sol e fogão. Não forre as prateleiras, pois dificulta a circulação do ar. Não coloque roupas para secar na parte de trás.

Iluminação

Apague as lâmpadas de ambientes desocupados.

Lavar e passar

Junte grande quantidade de roupas e passe/lave de uma só vez. Mantenha o filtro da máquina de lavar roupas, sempre limpo.

Últimas de Rio De Janeiro