Barra ganha Companhia Destacada horas após arrastão apavorar o bairro

Governador Luiz Fernando Pezão sugeriu mudança no patrulhamento

Por O Dia

Rio - Pouco menos de 24 horas após criminosos realizarem arrastão na Avenida Ayrton Senna, na altura da Ponte Estaiada e próximo ao Via Parque Shopping, na Barra da Tijuca, a PM inaugurou nesta quarta-feira sua 2ª Companhia Destacada na região, que funcionará perto do Terminal Alvorada e contará com 60 policiais e seis viaturas. Por volta das 22h30 de terça-feira, três bandidos roubaram pertences de pelos menos sete motoristas numa das mais movimentadas vias do bairro.

Enquanto as vítimas eram rendidas pelo trio, que atravessou um carro nas pistas, outros motoristas fugiram de ré ou pela contramão. Um comerciante foi agredido com o cano da pistola no rosto. Um policial à paisana, que estava com a farda dentro do carro, ficou ferido ao se jogar em um valão para não ser identificado.

Comerciante foi agredido com pistola%3A ‘Intenção era furar meu olho’Osvaldo Praddo / Agência O Dia

A ação aconteceu no anel viário da Ayrton Senna. Segundo uma representante comercial, de 41 anos, ela voltava para casa, no sentido Barra da Tijuca, quando os bandidos bloquearam a via com um carro HB20 preto. Um deles usava touca ninja. De acordo com a vítima, os criminosos a obrigaram a abrir as portas do veículo, sair do carro, apagar os faróis e entregar o telefone celular. O mesmo era feito com outras vítimas. Ela teve a bolsa com os pertences levados. A mulher ficou ferida na boca quando um dos criminosos roubou seu cordão.

CRÍTICA AO COMPARSA

“Um deles disse para o comparsa: ‘Você não limpou ela direito. Tá com anéis e cordão’. Um tirou meus anéis e, quando foi puxar o cordão, a joia ficou presa na minha orelha, e a mão dele bateu na minha boca”, contou a representante comercial.

Táxi que passava pela Av. Ayrton Senna depois do crime ficou destruído após motorista atingir uma motoOsvaldo Praddo / Agência O Dia

Depois da ação no sentido Barra da Tijuca, os bandidos atravessaram a via e agiram no sentido Linha Amarela da Ayrton Senna. Um casal foi abordado dentro do carro. Os três homens armados fizeram várias ameaças de morte durante o roubo e levaram dois celulares, pertences do motorista e a bolsa da mulher. Antes de fugir, um deles golpeou o rosto do comerciante. Por pouco, o cano do revólver não atingiu o olho da vítima.

“A intenção dele era furar meu olho. Papai do Céu foi grande e (o golpe) pegou pouco abaixo”, disse o comerciante ao lado da mulher, durante a madrugada, após prestar depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Governador sugere policiamento de moto

Durante a inauguração da 2ª Companhia Destacada da Barra, a outra fica no Morro do Banco, no Itanhangá, o comandante do 31º BPM (Recreio), tenente-coronel Sérgio Schalioni garantiu a construção de outras duas sedes ainda este ano e afirmou que 45% dos crimes praticados na região são causados por criminosos da Cidade de Deus e adjacências.

Policiais na inauguração da nova unidade%2C perto do Terminal Alvorada%3A patrulhamento reforçadoAndré Luiz Mello / Agência O Dia

O governador Luiz Fernando Pezão sugeriu novo tipo de policiamento no bairro. “Aqui poderíamos usar o patrulhamento com motos, pois muitos dos assaltos são nos engarrafamentos”. Temerosos, alguns moradores da região mudaram seus hábitos. “Pagamos um IPTU caro para ter mais segurança. Evito andar pela Barra durante a noite e nunca com o vidro do carro aberto”, afirmou a empresária Patrícia Sombra, 42.

Últimas de Rio De Janeiro