Loja é assaltada em shopping da Zona Norte

No Nova América, ladrões roubaram malote de dinheiro e ingressos de jogos, por volta das 16h30

Por O Dia

Rio - Homens armados assaltaram a loja Carioca F.C., de materiais esportivos, no Shopping Nova América, em Del Castilho, nesta quarta-feira à tarde. Eles teriam roubado malote com dinheiro da venda de ingressos do jogo Flamengo x Nacional do Uruguai, realizado ontem no Maracanã e que marcou a despedida do lateral-direito Léo Moura do clube rubro-negro.

Segundo as primeiras informações, ingressos do clássico de domingo entre Botafogo x Fluminense também teriam sido roubados na ação criminosa. “Eles vieram direto no malote. Sabiam que tinha ingresso e dinheiro”, contou um funcionário.

Os assaltantes invadiram a loja por volta das 16h30, e a ação foi filmada por câmeras do estabelecimento. O segurança particular da loja foi agredido por um dos assaltantes, que portava pistola. Segundo funcionários, apesar da violência e de ameaças, ninguém ficou ferido gravemente.

Em nota, o Shopping Nova América confirmou o assalto e adiantou que colabora com as investigações da Polícia Civil. As imagens já estão de posse de investigadores da 44ª DP (Inhaúma) para tentar identificar os criminosos. Os funcionários foram ouvidos e viram fotografias de assaltantes fichados na polícia para buscar reconhecimento.

Criminoso com pistola agrediu segurança de loja de material esportivoDivulgação

A polícia vai acionar o Consórcio Maracanã para saber os números dos ingressos que teriam sido levados. O objetivo é rastreá-los para saber se eles vão parar nas mãos de cambistas antes do jogo de domingo. Informado pela reportagem do DIA, o tenente-coronel Walter da Silva, do 3º BPM (Méier), emitiu alerta e um homem foi preso no fim da noite. Até o fechamento desta edição, não havia confirmação se ele é suspeito do roubo.

Procon abre processo por sequestro na Gávea

O Procon abriu processo administrativo contra o Shopping da Gávea depois do caso de sequestro-relâmpago de uma médica, ocorrido no estacionamento do estabelecimento, dia 26. De acordo com o órgão estadual, o shopping não prestou serviço de segurança adequado aos clientes e, por isso, uma consumidora foi vítima.

A médica foi rendida por dois homens quando estacionava o carro. Ela foi levada para o Complexo do Chapadão, em Costa Barros, onde foi ficou refém por quatro horas.

O shopping terá 15 dias para apresentar defesa. Se não for satisfatória, poderá ser multado. O valor vai ser definido a partir da receita bruta dos últimos três meses.

Em janeiro, o juiz Paulo Feijó também foi vítima de bandidos armados, que o renderam no estacionamento do Barra Shopping e rodaram com ele por horas. Dias depois, o delegado Carlos Augusto Nogueira foi abordado no estacionamento de um supermercado, também na Barra.

Últimas de Rio De Janeiro