Santa Teresa: Polícia e Lapa Presente acham armas e drogas em esconderijo

Material estava escondido em forro de sótão. Suspeito de balear PM de madrugada, na Rua André Cavalcanti, frequentava o local

Por O Dia

Rio - Um esconderijo de armas e drogas foi estourado por policiais da 5ª DP (Mém de Sá) e agentes da Operação Lapa Presente (OLP), no fim da tarde desta quinta-feira, na Ladeira do Castro, 32, em Santa Teresa, região central do Rio. Este é o segundo local de venda e distribuição de drogas na região descoberto nos últimos 15 dias. O 'bunker' (abrigo) era monitorado há duas semanas. Ninguém foi preso.

De acordo com o delegado adjunto da 5ª DP, Marcelo Carregosa, a ação conjunta foi uma resposta ao ataque sofrido durante a madrugada pelo sargento Martins, do 5º BPM (Praça da Harmonia), baleado na perna durante uma abordagem a outro local suspeito, na Rua André Cavalcanti, vizinho a Ladeira do Castro. A polícia já vinha monitorando o 'bunker' e havia conseguido um mandado de busca e apreensão. Um dos homens que atuava no local é suspeito de ter ferido o PM.

Material foi apreendido em esconderijo em Santa TeresaDivulgação

Ainda segundo o delegado, policiais e agentes vinham monitorando o esconderijo e estudando a movimentação dos bandidos para escolher a melhor momento de atuar. A rua tem movimento intenso de moradores, crianças e idosos. O horário escolhido para a ação, por volta das 17h, visava prender os suspeitos que neste momento estariam distribuindo os entorpecentes para traficantes que vendem drogas no varejo à noite na Lapa. Os bandidos conseguiram fugir e o material apreendido foi descoberto no forro do sótão.

"O local é como se fosse um 'bunker' mesmo, todo protegido, que tem uma porta de ferro que só abre por dentro. Em frente a esta porta já fica um indivíduo armado fazendo a segurança. Eles escondem a droga em lugar de difícil acesso, no sótão e depois no forro, de forma em que fica complicada a localização", descreveu Marcelo Carregosa. A ação contou com o apoio de cães farejadores e policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.

No 'bunker' foram apreendidos 455 papelotes de cocaína, 1,2 quilos e 104 trouxinhas de maconha, 73 pedras de crack, 12 pedras de haxixe, dois revólveres calibre 38, uma pistola 9mm, 36 munições de calibres variados, um radiotransmissor e R$ 225 em espécie, além de material para endolação.

"É uma quantidade impressionante para um local de distribuição como a Lapa que tem um tipo de tráfico diferenciado, que não é feito em grande quantidade. O encontro de material de endolação denota que o local funcionava com característica de distribuição de entorpecentes", completou o delegado

O suspeito de balear o sargento do 5º BPM já foi identificado. A polícia, no entanto, não revelou na identidade dele para não atrapalhar as investigações.

Presos com drogas em sobrado na Lapa

Em ação semelhante na madrugada da Quarta-Feira de Cinzas, três homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas no sobrado de número 149, da Avenida Mém de Sá, na Lapa, também em operação conjunta da 5ª DP com a OLP.

Segundo a polícia, o local funcionava como um centro de distribuição de drogas. Francisco Rômulo Torres, de 28 anos, Hiago Carvalho Bastos, 19 e Raisson Clóvis Nascimento Soares, 21, estavam no local.

De acordo com o delegado Marcelo Carregosa, o trio era oriundo de Manguinhos, na Zona Norte, e fugiu de lá por conta da ocupação das Forças de Segurança. "Este seria um ponto para distribuição. Na Lapa se movimenta muito dinheiro para o tráfico de drogas. É um local muito visado pelos traficantes", avaliou o delegado.

Com o grupo, a polícia recolheu caderno com contabilidade da quadrilha, celulares, dinheiro, além de drogas como crack, cocaína e maconha.

Últimas de Rio De Janeiro