Polícia Federal prende estelionatário na Tijuca

Homem sacou benefício fraudulento da Previdência Social usando procuração de pensionista fictício; ele já aplicou outros golpes, resultando em prejuízo de mais de R$ 100 mil

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira um homem acusado de estelionato, na Tijuca, Zona Norte do Rio. O preso havia sacado benefício fraudulento da Previdência Social em agência bancária no bairro. Para isso, ele utilizou procuração em nome de um pensionista fictício.

O preso declarou que havia recebido pequena importância para sacar o dinheiro. A investigação comprovou que ele já havia retirado valores de outros três benefícios da mesma forma. O prejuízo estimado do golpe é de mais R$ 100 mil.

O homem foi encaminhado ao Presídio Ary Franco e responderá por estelionato qualificado, cuja pena pode variar de 1 a 5 anos de reclusão com aumento de um terço por se tratar de crime contra o INSS.

No final do ano passado, uma mulher já havia sido presa em Duque de Caxias tentando efetuar o saque do mesmo benefício. Por esse fato, a Gerência Executiva Centro do Instituto Nacional de Seguridade Social - INSS auditou a concessão da pensão. Foi constatado então que o processo concessório é fraudulento. Vários documentos utilizados eram falsos.

Últimas de Rio De Janeiro