Homem executado estava com moto em nome do ex-goleiro Bruno

Cláudio Camargo da Silva, de 38 anos, assassinado quinta-feira em Belo Horizonte, cumpriu pena com o ex-jogador

Por O Dia

Rio - Um homem que cumpriu pena por tráfico de drogas com o goleiro Bruno de Souza foi morto em Belo Horizonte (MG), com uma moto em nome do ex-jogador do Flamengo. O modelo, uma Kawasaki Ninja, estava com Cláudio Camargo da Silva, de 38 anos, assassinado quinta-feira na capital mineira.

A vítima cumpriu pena com Bruno entre 2011 e 2013 na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), onde o atleta acata decisão da Justiça, que o condenou a 22 anos de prisão pelo sequestro e morte da ex-amante Eliza Samudio.

A Kawasaki Ninja era usada por homem condenado por tráficoDivulgação

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, Cláudio levou cinco tiros. Em depoimento à Delegacia Regional Noroeste, familiares dele disseram que a moto, registrada no Detran de MG, foi presente do goleiro. No entanto, o advogado de Bruno, Francisco Simim, alegou que a motocicleta estava parada há três anos na casa da avó do atleta.

“A família vendeu a moto porque precisava de dinheiro. Eles também não transferiram o documento da moto em nome do Bruno pois o cartório exige a presença do dono, mas ele está preso e não tem como fazer isso.”

Ainda segundo o advogado, a Kawasaki foi comprada antes de 2010 e não vale nem R$ 15 mil. “A moto está com documento atrasado. A família vendeu porque queria o dinheiro. Ela não vale R$ 70 mil como disseram.”

Últimas de Rio De Janeiro