Informe do DIA: Lava Jato pode esfriar namoro entre PT e PMDB no Rio

Dirigentes regionais petistas e peemedebistas admitem que o fato prejudica o movimento de reaproximação no estado

Por O Dia

Rio - O namoro entre o PT e o PMDB do Rio pode esfriar. A divulgação da lista de investigados pela Lava Jato azedou de vez a relação entre os dois partidos em Brasília. Dirigentes regionais petistas e peemedebistas admitem que o fato prejudica o movimento de reaproximação no estado e acreditam que a situação só será definida a partir de junho. Nos bastidores, já se falava até na nomeação da petista Rosângela Zeidan para ocupar uma das secretarias do governador Pezão. A deputada e o Palácio Guanabara negam ter discutido o assunto.

Queda na matrícula

Dados do Inep analisados pelo Movimento Rio Como Vamos mostram que o número de alunos matriculados no Ensino Médio na capital caiu de 204.161 em 2007 para 159.992 em 2014 — uma redução de 22%. Responsável pelo segmento, a Secretaria Estadual de Educação diz que a queda ocorre por conta da diminuição do número de jovens entre 15 e 17 anos.

Menos repetentes

A pasta afirma ainda que o maior índice de aprovação de alunos colabora para a redução.

Conversa fiada

No período em que ficou na Assembleia Legislativa, Carlos Osorio apresentou projeto de lei que proíbe motoristas de ônibus de conversarem com passageiros sobre qualquer assunto que não seja o itinerário. Caso seja aprovado, o próprio Osorio será responsável pela implementação, agora que é secretário estadual de Transportes.

Água da chuva

A Comissão de Constituição e Justiça da Alerj aprovou nesta terça-feira projeto de lei que autoriza a redução do ICMS para materiais e equipamentos destinados à captação da água da chuva. A autoria é do deputado Bruno Dauaire.

Em campanha

Eleito prefeito de Niterói em 2012, Rodrigo Neves não abandona o tom de campanha. Ontem, prometia a comerciantes da estação Charitas que o movimento iria melhorar com a inauguração de um túnel.

Últimas de Rio De Janeiro