Informe do DIA: Balanço mostra crescimento da renda em favelas do Rio

A renda de cada morador que passou por curso profissionalizante pulou de R$ 49 para R$ 181 em média

Por O Dia

Rio - Balanço feito pelo Banco da Providência, que atua em favelas e outras regiões pobres do Rio, mostra que, das 1.063 famílias acompanhadas pela instituição ao longo do ano passado, 59% conseguiram sair da pobreza extrema, quando se vive com menos de R$ 70 por mês. A renda de cada morador que passou por curso profissionalizante pulou de R$ 49 para R$ 181 em média. Uns conseguiram o ganho ao empreender; outros, por meio de um trabalho com melhor remuneração.

Dos ex-presos atendidos pela instituição, 43% conseguiram emprego. Dos cerca de mil alunos inscritos, 78% concluíram o curso.

O nome de Cabral

O envolvimento de Sérgio Cabral nas investigações da Lava Jato sepultou a expectativa que alguns peemedebistas mantinham de vê-lo na disputa pela prefeitura ano que vem. Mesmo que o ex-governador prove sua inocência, o desgaste é inevitável, avaliam.

Sem medo

Delator do esquema de propina na Petrobras, o ex-gerente da estatal Pedro Barusco andava sozinho, no início da tarde de ontem, pela Avenida Rio Branco, no Centro. Parecia não temer reação popular após a exposição na mídia.

Êxodo

Tem gente com medo de a crise financeira gerar um êxodo de moradores do interior para a capital. Um prefeito lembra que muitos municípios vivem do funcionalismo público. “Se o salário deles atrasa, a cidade quebra”, adverte.

Dia do pagamento
Já o ex-prefeito de Caxias Washington Reis recebeu um baita salário em 2008. Tão alto que ficou acima do limite legal. Por isso, terá que devolver agora R$ 13 mil aos cofres públicos. A decisão é do Tribunal de Contas do Estado.

Longe do Rio

O Conselho Federal de Medicina transferiu para o Conselho Regional de Minas Gerais a sindicância que apura os culpados pela morte de Ana Cassino. Em setembro, a jovem morreu ao esperar 21 horas por cirurgia no apêndice em hospital particular na Barra.

Últimas de Rio De Janeiro