Rio, São Paulo e Minas Gerais fecham acordo sobre vazão do Paraíba do Sul

O acordo tem como objetivo melhorar a vazão de água para regiões e evitar transtornos em futura seca dos reservatórios

Por O Dia

Rio - Os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais fecharam um acordo, na última terça-feira, sobre a vazão do Rio Paraíba do Sul, que abastece os três estados. O acordo, com base nos termos da Resolução Conjunta ANA/DAEE/INEA/IGAM, tem como objetivo melhorar a vazão de água para as regiões e evitar transtornos em uma futura seca dos reservatórios atendidos pelo rio.

Estiveram presentes na reunião secretários responsáveis pela gestão de água nos estados. No encontro, foi redefinida as condições de operação do Sistema Hidráulico do Rio Paraíba do Sul, que inclui os reservatórios Funil, Santa Branca, Paraibuna e Jaguari e a estrutura de transposição das águas do Paraíba do Sul para o Sistema Guandu. Maiores detalhes não foram informados.

Um dos pontos colocados e decididos no encontro, ficou decidido que a ANA só poderá determinar a redução a vazão do Rio Paraíba do Sul com o aval dos três estados. No caso do Rio, o acordo também prevê que a vazão de água que passa pela Estação Elevatória de Santa Cecília, em Barra do Piraí, no Sul do Estado, seja de 190 metros cúbicos por segundo, após o fim da crise. Por causa da estiagem, o valor foi reduzido para 110 metros cúbicos por segundo. A redução será mantida até que o nível da bacia do Rio Paraíba do Sul volte à normalidade.

Últimas de Rio De Janeiro