Manifestantes fazem protesto contra Dilma na Cinelândia

Grupo, de cerca de 2 mil pessoas, pede intervenção militar e promete fazer 'nova revolução'

Por O Dia

Rio - Após o protesto que reuniu mais de 13 mil pessoas nesta manhã na orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio, cerca de 2 mil marcham na tarde desde domingo, na Cinelândia, contra a corrupção e o atual programa de governo da presidenta Dilma Rousseff. O grupo, entitulado Resistência RJ, pede intervenção militar com faixas e cartazes e caminha até a sede do Comando Militar do Leste, na Central do Brasil.

Grupo de 2 mil pessoas protestou na Cinelândia e pediu intervenção militarCacau Fernandes / Agência O Dia

Em um trio elétrico, os organizadores bradam por uma 'nova revolução' e dizem 'ser coxinhas sem problemas'. No início do protesto houve tumulto quando um manifestante de direita não se conformou em ver que, em cima de um palco, um ativista que incorpora o personagem 'Capitão Brasil' discursava mascarado. "Mostra sua cara!", gritava o empresário Marcos Cristiano Pereira.


Últimas de Rio De Janeiro