Grevistas da Comlurb vão à prefeitura pressionar retomada de negociação

Grupo está concentrado na Candelária e pretende seguir em protesto pela Avenida Presidente Vargas.

Por O Dia

Rio - Cerca de 200 grevistas vinculados à Comlurb estão concentrados na Candelária, no Centro da cidade, e vão seguir em direção a prefeitura do Rio em protesto, na manhã desta terça-feira. O objetivo da manifestação, que seguirá pela Avenida Presidente Vargas, é pressionar a administração municipal para a retomada das negociações com o sindicato que representa os garis.

Nesta segunda-feira, representantes da Comlurb não foram na reunião marcada no Ministério Público do Trabalho, alegando que a categoria não atendeu à trégua sugerida para as negociações. Os garis pedem reajuste de 40% no piso salarial e mais a inflação acumulada (que somam 47,7%), além de vale-refeição de R$ 27 e outros benefícios.

LEIA: Garis que não aderiram greve relatam agressões e danos a caminhões

Grevistas da Comlurb concentrados na Candelária%3B grupo seguirá para a prefeituraHélio Almeida / Agência O Dia

Três carros e um ônibus da Polícia Militar vão acompanhar os manifestantes. O protesto conta com um carro de som e muitos cartazes. Também participam da manifestação agentes de preparo de alimentos (APA), que também são vinculados ao mesmo sindicato dos garis e entraram a greve.

De acordo com a presidente do Sepe, Marta Moraes, o problema pode causar cancelamento de aulas. “Fomos notificados por algumas escolas e tomamos conhecimento de que esta segunda foi sem merenda em algumas delas“, disse. “Esperamos que o prefeito receba esta representação dos garis e resolva a situação, pois os alunos terão problemas sem merenda nas escolas e podem ter que interromper as aulas.”

Últimas de Rio De Janeiro