Por nicolas.satriano
Publicado 19/03/2015 21:07 | Atualizado 20/03/2015 02:06
Vanessa%2C 38 anos%3A tiro nas costasDivulgação

Rio -Um novo caso de bala perdida acabou em morte no Rio. Desta vez, a moradora do Morro do Alemão, Vanessa Aparecida de Abcassis, de 38 anos, morreu após ser atingida por tiro nas costas, na localidade do Areal, nesta quinta-feira à tarde. No domingo, uma deficiente visual morreu ao ser baleada na porta de casa, em Del Castilho. Agentes da Divisão de Homicídio investigam o crime.

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), pouco antes das 14h, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade ouviram da base da unidade alguns disparos, mas não conseguiram identificar a origem dos tiros.

Embora a UPP negue que tenha ocorrido tiroteio no Areal, moradores e parentes afirmaram que PMs fizeram disparos. Um sobrinho de Vanessa desabafou em rede social: “É minha tia (que morreu)! Foram os policiais que atiraram”. A morte de mais uma vítima gerou revolta entre moradores. “Até quando teremos que caminhar atrás de corpos?”, escreveu um jovem no Facebook.

RAJADAS E ESCURIDÃO

Ainda segundo a UPP, moradores procuraram os agentes e informaram que uma moradora do Areal havia sido baleada. Os PMs foram em direção ao local e encontraram a mulher sendo socorrida. A vítima foi colocada em carro da UPP e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo do Alemão, onde não resistiu ao ferimento. A ocorrência está sendo investigada pela Divisão de Homicídios.

Após a morte de Vanessa, houve confronto na comunidade. A CPP informou que policiais da UPP Nova Brasília trocaram tiros com criminosos na Rua 2, na localidade conhecida como Alvorada. Os bandidos conseguiram fugir e buscas foram feitas na região, na tentativa de localizá-los. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Durante a noite de quinta-feira, alguns ainda relataram que rajadas foram ouvidas na Grota e no Areal. Em alguns pontos faltou luz.

Você pode gostar