Por felipe.martins

Rio - A partir desta segunda-feira uma equipe do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RJ) estará fiscalizando, diariamente, prédios residenciais e comerciais de Copacabana, em busca de documentos comprobatórios de serviços de manutenção dos imóveis, execução de obras e de Autovistoria.

A operação terá início em prédios de quatro importantes vias de Copacabana: Avenidas Atlântica e Nossa Senhora de Copacabana e ruas Barata Ribeiro e Toneleros. Os quiosques da orla também serão examinados.

“Esta ação tem o intuito de verificar se os condomínios fizeram a Autovistoria obrigatória por lei e, mesmo que tenham feito, se realizaram esta vistoria a contento. Dependendo do porte do prédio, é preciso mais de um profissional para verificar todos os itens necessários quanto à manutenção predial: elevadores, extintores, instalações elétricas e de gás, circuito interno de TV, limpeza de caixas d´água. Vamos checar se foi feito tudo isso. Nosso Conselho está empenhado em trabalhar pela segurança dos moradores do Rio, no que se refere aos imóveis”, esclarece Evandro Luís Figueiredo, coordenador de planejamento e controle da fiscalização do Crea-RJ.

Será entregue um ofício/circular aos síndicos, solicitando cópias das ARTs - Anotações de Responsabilidade Técnica - referentes à elaboração dos laudos de Autovistoria e aos serviços de manutenção e obras executadas nos últimos doze meses. Além das ARTs, o Crea-RJ estará requisitando cópias de notas fiscais, contratos e recibos, a fim de verificar a habilitação técnica das empresas e profissionais querealizaram as obras e serviços. As irregularidades encontradas serão encaminhadas à Prefeitura do Rio e ao Ministério Público.

“Temos também a intenção de criar um cadastro vitalício no Portal do CREA-RJ para informar aos síndicos e à sociedade em geral - vai interessar muito a quem for comprar ou alugar um imóvel, por exemplo - a relação das empresas/profissionais que fazem ou fizeram manutenção ou determinadas obras em um prédio e se esses serviços foram feitos por profissionais/empresas legalmente habilitados pelo CREA-RJ. Para isso queremos formar parcerias com os condomínios, criando um mecanismo que seja atualizado a cada ano, que facilite e seja transparente sobre serviços de manutenção predial”, explica Figueiredo.

“O coordenador do Crea-RJ ressalta que esse trabalho de fiscalização já é feito mas agora será intensificado. “Vamos fazer um trabalho modelo inicialmente nestas vias de Copacabana e verificar os resultados. Começamos pelo município do Rio porque aqui já está valendo a lei da Autovistoria. Depois da zona sul, partiremos para o Centro, Tijuca e Barra da Tijuca e, mais adiante, às outras áreas da cidade e até aoutros municípios do Estado” , conclui.

Você pode gostar