Eduardo Paes troca secretário a pedido do ex-presidente Lula

A mudança é para permitir que Wadih Damous assuma uma cadeira na Câmara dos Deputados

Por O Dia

Rio - Para atender a um pedido de Lula, o PT carioca e Eduardo Paes decidiram trocar o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Solidário. Sai Vinícius Assumpção e entra o deputado federal Fabiano Horta. A mudança é para permitir que Wadih Damous assuma uma cadeira na Câmara dos Deputados — ele é o primeiro suplente do PT.

A decisão deixou insatisfeitos o petista que entra e o que sai. Horta queria continuar a exercer seu mandato; pré-candidato a vereador, Assumpção desejava ficar no cargo.

Advogado do partido

O ex-presidente considera fundamental que Damous, ex-presidente da OAB-RJ, passe a defender o governo no Congresso.

Soldado do PT

Ligado a Washington Quaquá, prefeito de Maricá e presidente do PT estadual, Horta obedeceu. Tem a promessa de que Paes vai transferir mais recursos para a secretaria.

Prima pobre

Sem orçamento próprio, a secretaria, por conta de cortes feitos em 2015, ainda teve sua verba de custeio reduzida de R$ 950 mil anuais para R$ 300 mil. Seus programas são tocados com verbas federais.

A crise das vacinas

O Ministério da Saúde, enfim, enviou para o estado 44.530 doses de vacinas BCG. Em março vieram apenas 10 mil — a Secretaria de Saúde solicita um repasse mensal de 40 mil. Muita gente pagou R$ 80 para vacinar filhos em clínicas privadas.

Sem Degase

Secretário estadual de Educação, Antonio Neto tem ouvido de professores pedidos para que o Degase, que cuida de adolescentes infratores, saia de sua pasta e passe para a de Assistência Social. Sua secretaria continua a cuidar da educação dos jovens, mas deixaria de tratar da parte administrativa.

Últimas de Rio De Janeiro