Por paloma.savedra

Rio - Apesar dos avisos proibindo o fumo dentro dos coletivos do Rio de Janeiro, a ordem foi desrespeitada pelo próprio motorista da linha 362, do Consórcio Internorte. A infração foi cometida na tarde desta sexta-feira, no Centro do Rio, com o coletivo em movimento. O flagra foi feito pela reportagem do DIA

Motorista acendeu cigarro enquanto conduzia ônibus da linha 362%3B ele seguiu fumando com o veículo em movimentoReprodução Vídeo

O condutor do ônibus que fazia o trajeto Castelo até Honório Gurgel começou a fumar quando passageiros saíram da parte da frente do coletivo. Segurando o cigarro com a mão esquerda, e com a janela aberta, ele seguiu dirigindo o veículo. O motorista chega ainda a tentar disfarçar o cigarro em suas mãos.

O ato infringe a lei estadual 5517 de 2009, que proíbe o consumo de cigarros em ambientes de uso coletivo, públicos ou privados, incluindo veículos públicos ou privados de transporte coletivo. No caso de descumprimento da lei, os responsáveis pelo meio de transporte coletivo ficarão sujeitos à pena de multa, que deverá ser fixada em quantia entre 1.548,63 e 15.486,27. Para se definir o valor da multa será levado em consideração o "grau de relevância, a capacidade econômica do infrator e a extensão do prejuízo causado à saúde pública". 

Por meio de nota, o Rio Ônibus informou que o Consórcio Internorte vai identificar o motorista. Ele será advertido e a sua conduta avaliada pela empresa, podendo ser conduzido ao processo de treinamento novamente. O consórcio disse ainda que não tolera e considera inadequada a ação do motorista, estando em desacordo com o treinamento recebido e com a normas estabelecidas.

Procurada, a Secretaria Municipal de Transportes informou que não emitirá multa ao motorista. De acordo com o órgão, para que fosse aplicada alguma sanção ao condutor o vídeo deveria mostrar "claramente o número de ordem do coletivo", além da placa. Disse ainda que o motorista ou cobrador poderia ser multado caso fosse flagrado por fiscais da secretaria ou guardas municipais. 

A secretaria afirmou ainda que todos os motoristas do Rio passaram por um curso de capacitação e receberam conceitos de direção defensiva e relações humanas.

Você pode gostar