Acusado de matar homem na Gardênia Azul é preso por agentes da DH

Gilberto Leite, o Giba, foi encontrado no bairro da Zona Oeste e detido pelos policiais civis

Por O Dia

Gilberto Leite%2C o Giba%2C foi preso na Gardênia AzulDivulgação

Rio - Policiais da Divisão de Homicídios da Capital prenderam, nesta terça-feira, Gilberto Leite, mais conhecido como Giba. O homem, encontrado durante operação na Gardênia Azul, na Taquara, Zona Oeste do Rio, é acusado de envolvimento com milícias na região e suspeito de matar Carlos Henrique Perdomo Diniz, assassinado no dia 20 de janeiro deste ano. A vítima foi baleada na Avenida Isabel Domingues, na Gardênia, quando estava em sua moto, e o crime teria sido cometido por disputas territoriais no bairro. 

No entanto, o principal suspeito pel execução, Orlando Costa, mais conhecido como Taz, cujo mandado também foi expedido pela Justiça, não foi encontrado. Mais de 30 agentes participaram da ação da DH.

Os policiais também tinham como objetivo prender Almir Rogério Gomes, que, segundo as investigações, também é suspeito de envolvimento com miliciainos. O acusado pode ter participado do tiroteio que culminou na morte de Crislaine Suênia da Silva, de 16 anos, baleada nas costas enquanto andava de bicicleta, também na Gardênia Azul. O veículo que pode ser suspeito já havia sido apreendido pela polícia com marcas de tiro. 


Menor é morta vítima de bala perdida enquanto andava de bicicleta

Últimas de Rio De Janeiro