Por adriano.araujo

Rio - Funcionários do Centro de Tratamento de Encomendas (CTE) dos Correios, em Benfica, na Zona Norte, cruzaram os braços nesta quarta-feira. Pelo menos 500 trabalhadores, liderados pelo sindicato da categoria, paralisaram as atividades e fazem uma série de reivindicações. 

De acordo com o sindicato, o protesto é contra a PL das terceirizações, por melhores condições de trabalho, reivindicação de concurso publico — segundo categoria, déficit só no Rio chega a 1.000 funcionários — e contra o desconto do fundo postalis.

Centro de Tratamento de Encomendas (CTE) dos Correios em Benfica estão com atividades paralisadasDivulgação

A paralisação deve atrasar as entregas em todo o Grande Rio, uma vez que é do CTE de Benfica que chegam e saem a maior parte das encomendas para os Centros de Distribuição em todo o Estado. A polícia está no local e acompanha a paralisação.

Em nota enviada nesta tarde, o Correios informou que a paralisação não teve adesão de trabalhadores do Rio de Janeir e o sindicato apenas interditou o acesso à unidade de Benfica. Segundo a empresa, as entregas estão sendo realizadas normalmente.

Você pode gostar