Mais três linhas de vans legalizadas na Zona Norte do Rio

Terceira etapa de implementação do novo modelo de serviço de transporte público está prevista para começar em junho

Por nicolas.satriano

Rio - Três novas linhas com 64 vans legalizadas pelo novo modelo do Serviço de Transporte Público Local devem começar a circular na Zona Norte a partir de junho. A Prefeitura do Rio publicou ontem no Diário Oficial a convocação dos vencedores da licitação da terceira etapa de implementação do STPL, que regulamenta a atividade de vans e Kombis.

Os vencedores estão sendo chamados para assinar o contrato, licenciar os veículos e fazer a instalação dos validadores da RioCard. São 64 novas concessões: 36 na linha Lins-Norte Shopping (Circular); 10, na Higienópolis — Maria da Graça (circular); e 18, na Triagem — Largo do Jacaré via Rocha (circular).

As vans precisam ser padronizadas e aceitar o Bilhete ÚnicoCarlo Wrede / Agência O Dia

Em março, O DIA relatou as reclamações de motoristas sobre a falta de rentabilidade das linhas já implementadas. A Coordenadoria Especial de Transporte Complementar, responsável pelo setor, afirmou ter recebido os motoristas e que técnicos estão fazendo estudos para a readequação das linhas.

Bilhete único

Também nesta sexta-feira, uma operação contra fraudes no Bilhete Único Intermunicipal indiciou um homem suspeito de repassar o cartão para passageiros, em troca de dinheiro. O suspeito foi flagrado com dez cartões em nome de terceiros no Terminal Rodoviário de Duque de Caxias.

Os policiais também encaminharam para a Delegacia de Defraudações um motorista da Viação Expresso Mangaratiba, suspeito de participar do esquema. A operação foi realizada pela Secretaria Estadual de Transportes, Detro e a Polícia Civil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia