Cedae promete ressarcir moradores por vazamento em Cascadura

Companhia já realizou reparo da tubulação que estourou e equipes da Segurança Patrimonial calculam os prejuízos

Por O Dia

Rio - Após o alagamento da Rua Brasilina, em Cascadura, na Zona Norte do Rio, provocado pelo rompimento de uma tubulação, na madrugada deste domingo, equipes da Segurança Patrimonial e Assistência Social da Cedae estão fazendo, nesta segunda-feira, um levantamento para ressarcir os moradores. O objetivo é pagar aqueles que tiveram prejuízos materiais, com a perda de móveis e eletrodomésticos. 

Vazamento de água alaga ruas e praça em Cascadura

A Cedae já concluiu os trabalhos de reparo da tubulação. O asfalto, que cedeu, também já foi recuperado pela Secretaria Municipal de Conservação. Os moradores da região esperam agora o ressarcimento de móveis e outros bens perdidos. 

Leitores enviaram fotos do vazamento em Cascadura pelo WhatsApp do DIA (98762-8248)WhatsApp O DIA (98762-8248)

Segundo a Cedae, o levantamento de pessoas prejudicadas deve ser concluído até a tarde desta segunda-feira. Já foram cadastradas seis residências, cinco lojas e uma banca de jornal atingidos pela água.

Moradores tiveram de ser resgatados 

Técnicos da Cedae realizaram manobra%2C nesta madrugada%2C para retirar a tubulação de carga e conter o vazamentoWhatsApp O DIA (98762-8248)

O vazamento de água na Rua Brasilina, em Cascadura, na Zona Norte do Rio, alagou uma praça e obrigou três pessoas a serem resgatadas de casa, na madrugada deste domingo. De acordo com moradores, o estouro da tubulação inundou a Rua Cerqueira Daltro e a Praça Nossa Senhora do Amparo. No local, há vários pontos finais de linhas de ônibus.

Bombeiros do quartel de Campinho foram acionados para resgatar três pessoas — duas crianças e um adulto — do imóvel número 205 da Rua Brasilina, que ficou alagado. Elas não necessitaram de atendimento médico.

Segundo a Cedae, técnicos da companhia realizaram manobra, na madrugada, para retirar a tubulação de carga e conter o vazamento. A equipe da companhia concluiu o reparo na noite deste domingo. 

Devido ao vazamento, a Cedae realizou manobras na rede, fechando o registro da tubulação e desviando o fluxo da água para linhas de abastecimento próximas.

A medida fez com que o abastecimento fosse mantido, mas com menor vazão e provocando a redução do abastecimento nos bairros de Vila Valqueire, Jardim Sulacap, Praça Seca, Campinhos, Oswaldo Cruz, Olaria, Ramos, Bento Ribeiro, Deodoro, Marechal Hermes, Madureira, Vicente de Carvalho, Vila da Pena, Irajá, Colégio, Rocha Miranda, Coelho Neto, Vista Alegre, Kosmos, Brás de Pina, Cordovil, Parada de Lucas, Penha, Honório Gurgel, Complexo do Alemão, Acari, Quintino, Piedade, Encantado, Cavalcanti, T. Coelho, Pilares, Eng. da Rainha, Inhaúma, Del Castilho, Benfica, Jacaré, Bonsucesso, Manguinhos, Cachambi, M. da Graça e Mangueira.

Últimas de Rio De Janeiro