Interno do Degase foge de hospital público na Mangueira

Jovem estava internado na unidade há mais de 15 dias. Caso ocorreu na madrugada desta terça-feira

Por O Dia

Rio - Um adolescente conseguiu fugir do Hospital Municipal Barata Ribeiro, na Mangueira, Zona Norte do Rio, na madrugada desta terça-feira. Interno da Escola João Luis Alves, do Degase, na Ilha do Governador, o jovem estava internado há mais de 15 dias na unidade.

O sindicato dos servidores do Degase (SIND-Degase) alega que nenhuma providência foi tomada pelos órgãos competentes, mesmo após diversos apelos dos agentes que escoltavam o interno 24 horas por dia no período em que esteve internado. O órgão também disse que o pedido feito pelo sindicato, que solicitou que o adolescente fosse transferido para outro hospital, em função da falta de segurança no local, que é entrada do Morro da Mangueira, não foi atendido.

Ainda de acordo com o sindicato, os agentes, que trabalham desarmados, chegaram a escutar ameaças de morte de pessoas da comunidade que visitam os pacientes, sem nada poderem fazer.

A Secretaria Municipal de Saúde, o adolescente foi operado na última quarta-feira e estava internado em uma das enfermarias sob vigilância de um agente do Degase. Não foi informado quando o jovem teria alta do hospital.

De acordo com a secretaria, enquanto o jovem esteve internado no local, a rotina da unidade não foi alterada e nenhum paciente foi incomodado. Por meio de nota, a direção do hospital disse que está à disposição das autoridades policiais para ajudar a esclarecer o caso no que for possível.

Segundo a 17ª DP (São Cristóvão), onde o caso foi registrado, testemunhas estão sendo ouvidas e imagens de câmeras de segurança foram solicitadas. A Polícia Civil disse que as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias do fato.

O Degase ainda não se pronunciou sobre o caso.

Últimas de Rio De Janeiro