Lagoa Rodrigo de Freitas volta à normalidade

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, a radiação solar colaborou com o aumento da concentração de oxigênio

Por O Dia

Rio -  Após um período crítico com a alta mortandade de peixes, a Lagoa Rodrigo de Freitas voltou à normalidade nesta terça-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ao longo desta segunda-feira, a radiação solar colaborou com o aumento da concentração de oxigênio dissolvido. 

Apesar da melhora, prática do esporte na Lagoa ainda não é recomendada

De acordo com a secretaria, o monitoramento realizado ao meio-dia desta terça-feira apontou a concentração de 6mg/ de oxigênio. O valor indica que a Lagoa retornou ao estágio de equilíbrio.

Biguás voam sobre a Lagoa Rodrigo de Freitas nesta segunda-feira. Concentração de oxigênio continua baixa no local e situação deve demorar para se normalizarSeverino Silva / Agência O Dia

O órgão afirma ainda que não há mais sinais de mortandade. Com isso, a Lagoa sai da fase crítica (Bandeira Vermelha) e a bandeira hasteada no local passa a ser a Verde. 

A informação do retorno à normalidade da Lagoa acontece um dia depois de a secretaria indicar que a situação de desequilíbrio poderia continuar nos próximos dias. A Bandeira Vermelha estava hasteada ontem no local, apontando que a concentração de oxigênio estava baixa — 2,16 mg/l —, assim como a qualidade da vida aquática.

A grande presença de peixes mortos levou a Comlurb a intensificar os trabalhos de limpeza da Lagoa. A companhia mobilizou funcionários com cinco ecobarcos. Neste domingo, foi removida uma tonelada de peixes mortos. Nesta segunda-feira, a limpeza e remoção continua com o mesmo efetivo e número de embarcações. Segundo a companhia, a remoção dos peixes presos nos manguezais é a principal tarefa agora que o espelho está quase limpo.

Bandeiras informam situação da Lagoa

A Bandeira Vermelha que estava hasteada na Lagoa revelava a situação alarmante no local: a concentração de oxigênio estava entre 0 e 2, um índice muito baixo. Ontem, o índice era de 2,16 mg/l.

Mais de 37 toneladas de peixes mortos foram recolhidas na Lagoa Rodrigo de FreitasAlessandro Buzas / Parceiros / Agência O Dia

O órgão explica que a Bandeira Amarela não foi hasteada, por uma situação de "desequilíbrio total" da Lagoa.

A Bandeira Amarela significa concentração de 2 a 4 e a Bandeira Verde de concentração de oxigênio dissolvido a partir de 4 mg/l. No momento, a Verde está hasteada.

Últimas de Rio De Janeiro