Jovem é assassinado próximo a casa de shows de São Gonçalo

Dono de trailer é acusado de matar Marcus Vinicius da Silva

Por O Dia

Jovem foi assassinado próximo a casa de shows em São GonçaloReprodução Facebook

Rio - Depois de reclamar da demora de um lanche, Marcus Vinicius da Silva Alves, de 21 anos, tentou agredir a pauladas o dono de um trailer, localizado próximo da casa de shows I9 Music, em São Gonçalo, na noite de terça-feira.

O agressor não contava, com a reação do filho do comerciante, Marcos Manoel Antunes Peres, de 44 anos, que matou o jovem. O atirador acabou preso por agentes da Delegacia de Homicídios de Itaboraí, Niterói e São Gonçalo (DHINSG).

De acordo com a polícia, quando Marcus questionou a demora no serviço, um cliente do trailer tentou ajudar o dono do local. Nesse momento, a vítima pegou um pedaço de madeira e começou a agredir o comerciante e o outro homem. 

Quando o acusado pegou a arma, um revólver calibre 38, todos que estavam no estabelecimento tentaram fugir, inclusive a vítima que foi atingida com um tiro nas costas.

Segundo o delegado titular da especializada, Fábio Barucke, o filho do comerciante disse, em depoimento, que agiu em legitima defesa. "Em razão de ele ter efetuado o disparo quando a vítima estava fugindo e tinha cessado as agressões, foi autuado por homicídio", explicou Barucke.

A arma usada no crime foi apreendida. Marcos Manoel foi autuado também por porte de arma de fogo. Caso condenado pelos crimes, pode receber pena de até 25 anos.

As primeiras informações apuradas com testemunhas do caso davam conta que havia sido uma discussão motivada por uma tentativa de envolvimento de Marcus com a filha do dono do trailer. No entanto, após a investigação policial, o crime teve a nova versão apontada pela Delegacia de Homicídios.

Últimas de Rio De Janeiro