Idoso ferido por placas de concreto do metrô segue em estado muito grave

Homem respira com auxílio de aparelhos, segundo hospital. Ele foi atingido quando passava por obra em Ipanema

Por O Dia

Rio - Permanece em estado muito grave no Hospital São Lucas Copacabana o idoso de 87 anos atingido por parte do muro do canteiro de obras da Linha 4 do metrô, na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Agrícola de Souza Bethlem está internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do hospital com graves lesões no tórax e no crânio.  O acidente ocorreu na manhã desta quarta-feira.

Agrícola Bethlem é professor da Escola de Negócios UFRJDivulgação UFRJ

De acordo com informações da institutição, o professor da Escola de Negócios UFRJ respira com auxílio de aparelhos e necessita de monitorização intensiva.

As placas de concreto ficam empilhadas no local e caíram que caíram sobre Agrícola na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema, por volta das 11h45.

Foi necessário um guindaste para retirar as placas de concreto do local, que ficou interditado até o final da tarde desta quarta.

Segundo o secretário estadual de Transportes, Carlos Osório, o acidente ocorreu por conta de uma movimentação no terreno, mas garantiu que a escavadeira ‘Tatuzão’ não estava operando no momento do acidente.

Em nota, a Linha 4 do Metrô informou que as peças de concreto estavam estocadas no canteiro de obras da Linha 4.

O consórcio afirmou que as aduelas – anéis de concreto que formam os túneis do metrô — caíram sobre a calçada da Visconde de Pirajá e atingiram o pedestre.

Agrícola de Souza Bethlem foi levado para o hospital São Lucas Copacabana com graves lesõesFoto de leitor


Últimas de Rio De Janeiro