Preso suspeito de matar turista alemão durante assalto no Carnaval

Na época, ele roubou R$ 100 em espécie e uma mochila com câmera fotográfica. Ele foi denunciado por nova vítima

Por O Dia

Rio - Foi preso na madrugada desta quinta-feira, por agentes do 5º BPM (Praça Harmonia), o acusado de roubar e matar um turista alemão na Rua Uruguaiana, no Centro, durante o Carnaval. Willian Vieira dos Santos, conhecido como Buiú, foi detido no Largo da Carioca e, com ele, a polícia encontrou uma faca. Na época, Fred Nicfind, de 51 anos, morreu no Hospital Souza Aguiar depois de ser esfaqueado. Buiú foi presode após a polícia receber a denúncia de uma vítima de roubo, que reconheceu o criminoso na 5ª DP (Mém de Sá).

Mulher de alemão identifica assaltante que esfaqueou o marido no Centro

Na delegacia, policiais constataram que contra William havia mais de um mandado de prisão em aberto, inclusive por latrocínio — roubo seguido de morte, caso do turista alemão esfaqueado. Em março de 2014, o Disque-Denúncia ofereceu recompensa de R$ 2 mil por informações que levassem ao paradeiro de André Luiz Barcelos de Oliveira, o Orelha de Vaca, e Willian Vieira dos Santos, mais conhecido com Buiú ou Xixi, ambos acusados de matar o turista.

Willian Vieira dos Santos (à direita) foi preso pela polícia acusado de matar turistaDivulgação

André Luiz continua foragido e todas as informações sobre o criminoso devem ser encaminhadas ao Departamento de Homicídios do Rio. Quem tiver alguma informação a respeito da localização e paradeiro do homem, deve denunciar, enviando uma mensagem de texto, vídeo, áudio ou fotos para o WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650 ou por meio da Central Disque-Denúncia, no (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O anonimato é garantido.

Entenda o caso

Fred e a mulher dele, Sybelle Jurth, de 52 anos, estavam hospedados em um hotel a passeio e foram vítimas de um assalto. o turista reagiu à abordagem segundo o delegado adjunto da DH, Giniton Moraes. Sybelle também foi ferida com a faca quando tentou ajudar o marido, mas foi medicada na mesma unidade e liberada em seguida.

Na época, ela precisou da ajuda de um tradutor para prestar depoimento. Os bandidos roubaram R$ 100 em espécie e uma mochila com câmera fotográfica do casal, além da chave do quarto do hotel. Segundo policiais, as vítimas retornavam ao estabelecimento quando foram bordadas pelo bandido.

Últimas de Rio De Janeiro