Tiroteio no Chapadão deixa dois mortos

Segundo a polícia, dupla teria atirado contra viatura. Mais cedo, criança de 7 anos e dois homens foram atingidos por bala perdida

Por O Dia

Rio - Dois homens morreram em confronto com a polícia no Morro do Chapadão, em Costa Barros, Zona Norte do Rio, na noite desta quarta-feira. Após as mortes houve protesto e um ônibus foi incendiado. Na manhã do mesmo dia, uma menina de sete anos e dois homens, identificados como Vitor Castilho dos Santos, de 23 anos, e Marcelo Saturno Silva, de 32 anos, ficaram feridos vítimas de bala perdida.

'Minha filha está traumatizada', diz mãe de menina de 7 anos baleada

De acordo com a PM, os dois homens foram baleados após atirarem contra uma viatura durante abordagem para verificar veículos em situação irregular na Estrada da Alcobaça. Eles foram identificados como Bruno dos Santos Ramiro, de 21 anos, e Adriano Dias de Lima, de 33.

Segundo a polícia, os feridos foram socorridos e levados para o Hospital Carlos Chagas, mas não resistiram aos ferimentos. A PM informou ainda que foram apreendidos com os suspeitos uma pistola, duas granadas, oito tabletes de maconha, 57 papelotes de crack e 74 papelotes de cocaína.

Os atingidos por bala perdida foram levados para as UPAs de Ricardo de Albuquerque e Costa Barros. Vitor foi transferido para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, Zona Norte. Ele estava indo trabalhar quando foi atingido nas costas, na altura do pescoço. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o rapaz passou por uma cirurgia e seu estado de saúde é estável.

Pelo WhatsApp do DIA (98762-8248), moradores dos bairros de Guadalupe, Anchieta, Pavuna e Ricardo de Albuquerque relatavam os momentos de terror. "Intenso tiroteio no Chapadão, deixando todos os moradores em pânico. Começou meia-noite", informava um usuário. "Via Light Fechada, terror em Anchieta!", narrava outro, às 23h02.

"Fogo em pneus na Rua Alcobaça" e "Eles estão atirando fogo em todos os carros que passam. Cara é aqui na minha rua, Alcobaça com Rio do pau, em Anchieta. Meu irmão está tudo dominado por eles", alertava outro, se referindo a suposta presença de bandidos armados em vias de Ricardo de Albuquerque.

Últimas de Rio De Janeiro