Homem ameaça taxistas em vídeo polêmico na Internet

Imagens provocaram avalanche de comentários na web

Por O Dia

Rio - O homem que aparece armado, ameaçando taxistas de frente para um espelho, em vídeo que circulou ontem na internet, agora é procurado pela polícia. Nesta sexta, donos de táxis estiveram na 4ª DP (Central), onde registraram queixa contra o motorista de transporte executivo identificado nas redes sociais como Leonardo Amaral Monteiro.

Investigado por ameaça, também pesarão contra ele as acusações recebidas de extorsão, já que estaria praticando preços acima dos valores de mercado. O histórico dele, de fato, o condena. De acordo com nota divulgada pelo aplicativo Uber, que oferece corridas em carros de luxo com preço cobrado conforme o percurso, o motorista foi descredenciado da plataforma, há alguns meses, “graças às avaliações negativas dos usuários”.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) apura ainda se ele possui licença para trabalhar ou se está vinculado a alguma cooperativa. Na gravação, ele defende seus colegas de profissão de supostas ameaças recebidas. “Quem fizer qualquer tipo de retaliação contra nossos amigos será cobrado”, repete, com a pistola em punho. O impasse entre taxistas e motoristas executivos é antigo. No início do mês, taxistas protestaram contra aplicativos do gênero. Segundo a SMTR, as plataformas digitais, assim como o serviço, são ilegais no Rio.

O caso chegou a ser investigado pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, mas o Ministério Público considerou que não havia crime. A SMTR pediu a reabertura do inquérito.


Últimas de Rio De Janeiro