Fase de compra das entradas para a Olimpíada do Rio acaba nesta quinta

As 4,5 milhões de entradas disponíves serão designadas por sorteio que definirá aqueles que vão efetivar a compra

Por O Dia

Rio - Quem pretende assistir às competições dos Jogos Olímpicos de 2012 precisa se apressar. A primeira fase de inscrições para a compra dos ingressos termina nesta quinta. Estão disponíveis 4,5 milhões de entradas. Um sorteio definirá aqueles que vão efetivar a compra. A venda é para todas as modalidades esportivas, além das cerimônias de abertura e encerramento.

Os esportes mais procurados são vôlei, futebol, basquete, ginástica artística e natação. O valor dos ingressos para as provas olímpicas varia de R$ 40 a R$ 1,2 mil. A cerimônia de abertura, que tem tido grande procura, e a de encerramento custam entre R$ 200 e R$ 4,6 mil.

Antonia se inscreveu para comprar ingressos para sete modalidades esportivas%2C entre elas o pentatlo moderno%2C atletismo e nataçãoBruno de Lima / Agência O Dia

Há uma semana, a empresária Antonia Ribeiro, de 27 anos, se inscreveu no site do Comitê Organizador da Rio 2016 para tentar ser sorteada para sete modalidades diferentes. A preferência dela é pela natação e pelo atletismo. Entre os outros pedidos de ingressos estão ainda vôlei, judô, tênis e hipismo.

Para completar a lista, ela se inscreveu para a compra de entradas do pentatlo moderno, que inclui cinco esportes diferentes: “Acho muito legal a oportunidade assistir a essa modalidade porque é uma das mais antigas e tem vários esportes em uma só competição. É o esporte mais clássico dos Jogos”.

Bilheteria

O estudante de filosofia Thiago Gomes, de 30 anos, morador de São Gonçalo, pretende se inscrever para futebol, vôlei e atletismo, mas também quer ver a cerimônia de abertura. “Não tenho muita certeza, porque está bem caro, mas queria muito ir”, afirmou.

Mesmo sendo fã de basquete e atletismo, o estudante Lucas Farizel, 21, pretende se inscrever para o pólo aquático: “Quero um esporte mais alternativo, só para não perder a oportunidade de participar do evento. Em tudo que estiver barato, eu vou”, brincou.

O Parque Olímpico%2C na Barra da Tijuca%2C está ganhando forma. O Comitê Organizador da Rio 2016 diz que o cronograma de obras está em diaCarlos Eduardo Cardoso / Parceiros / Agência O Dia

A jornalista Bianca Rangel, 22, pretende levar as sobrinhas para assistir a provas de ginástica rítmica. “É um lindo espetáculo”, diz. Bianca também quer assistir uma partida de vôlei com a família: “É um esporte que empolga. Em casa, nos reunimos para ver a seleção”, comentou.

O Rio espera receber 10,5 mil atletas de 205 países para a Olimpíada de 2016. Serão disputadas 306 medalhas entre todas modalidades, incluindo rúgbi e golfe, afastados do evento há várias décadas.

Além destes 4,5 milhões de ingressos, uma outra carga de 3 milhões de bilhetes será liberada após essa primeira fase, mas o Comitê Organizador não garante vagas para todos os esportes. Haverá uma etapa em que os desistentes devolverão os ingressos e eles serão postos a venda novamente. Na última fase, a venda será feita diretamente na bilheteria.

Quem não for sorteado terá nova chance

Para participar do processo de compra, os interessados precisam acessar o site www.rio2016.com/ingressos e escolher até 20 sessões para concorrer aos ingressos. O sorteio será realizado em junho. Só então, os bilhetes serão comprados.

O valor pode ser dividido em cinco vezes no cartão de crédito. Quem não for sorteado nesta etapa terá preferência na seguinte, que seguirá os mesmos moldes, e ocorrerá em julho, com resultado em agosto.

O Comitê Olímpico listou os esportes mais desconhecidos pelos brasileiros: rúgbi, hóquei sobre grama, canoagem slalom, pentatlo moderno, ciclismo BMX, badminton, luta livre e ginástica de trampolim.

Licitação é adiada

A Prefeitura do Rio adiou a licitação que seria feita ontem para as obras de infraestrutura da Vila dos Atletas, na Barra da Tijuca, onde ficarão os competidores. Orçada em R$ 28,7 milhões, a intervenção incluiria obras de estabilização de solo mole, aterro e implantação de estruturas para áreas de apoio.

A concorrência seria realizada pela Fundação Instituto de Geotécnica do município. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Obras, a licitação foi adiada para “responder a diligências do Tribunal de Contas do Município.”

Mesmo sem data prevista para uma nova licitação, o órgão declarou que o cronograma das obras está mantido e que não há risco de afundamento do solo do local. De acordo com o edital, a obra seria feita em um prazo de 285 dias pela empresa contratada.

O aviso de adiamento foi publicado no Diário oficial do município da última sexta-feira. A Vila Olímpica deverá alojar os cerca de 15 mil esportistas esperados para os Jogos do Rio de 2016 e é vizinha ao Parque Olímpico.

De acordo com o site Cidade Olímpica, da Prefeitura do Rio, a construção dos 31 prédios de 17 andares é de responsabilidade da iniciativa privada. Já as obras de Infraestrutura das vias públicas próximas à vila foram incluídas no pacote de Parceria Público-Privada do Parque Olímpico.

Acessibilidade é desafio a 500 dias da Paralimpíada

O secretário executivo de Coordenação de Governo da prefeitura, Pedro Paulo, garantiu ontem que a cidade não terá problemas de acessibilidade nas olimpíadas. A declaração foi feita após a inauguração de uma maquete tátil do Parque Olímpico, no Instituto Benjamin Constant, na Urca. A ação foi promovida para comemorar o marco de 500 dias para os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Segundo Pedro Paulo, a prefeitura está desenvolvendo um projeto para aumentar a acessibilidade no evento, mas admitiu que a cidade ainda não está totalmente adequada para portadores de deficiências. “Ainda não temos uma cidade ideal, mas estamos avançando através dos investimentos que estão sendo feitos pela prefeitura, respeitando a inclusão e dando acessibilidade”, disse. O evento terá nove modalidades paralímpicas.

Últimas de Rio De Janeiro