Quaquá ironiza decisão de parte do PT de organizar disputa para a prefeitura

'Ele (Tarso Genro) não conseguiu ganhar a eleição no Sul e, agora, vem pro Rio?', indagou o presidente da legenda no Rio

Por O Dia

Rio - Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá ironiza a decisão da corrente petista Mensagem ao Partido de organizar uma frente de esquerda para a disputa da Prefeitura do Rio. Liderado pelo ex-governador gaúcho Tarso Genro, o grupo se reuniu no sábado.

“Ele (Genro) não conseguiu ganhar a eleição no Sul e, agora, vem pro Rio?”, pergunta. Em 2014, o então governador não conseguiu se reeleger. Quaquá, que chegou a defender a candidatura de Marcelo Freixo (Psol) à prefeitura, quer apoiar o candidato do PMDB.

Por Lula
Para o petista, a aliança com o PMDB ajudará a viabilizar a disputa da Presidência por Lula em 2018. “Não se pode lançar candidato por conta de uma crise de identidade”, alfineta.

Ato no dia 21 
Na reunião de sábado, o grupo decidiu convocar para o dia 21 um ato público para lançar a ideia da frente de esquerda. “O PT do Rio precisa deixar de ser satélite do PMDB”, diz o ex-deputado estadual Robson Leite.

A lista
Presidente da CPI instalada na Assembleia Legislativa para apurar abusos cometidos por empresas de telemarketing, o deputado Pedro Fernandes conta que conseguiu comprar, num camelô, lista com dez milhões de cadastros. Pagou R$ 390.

Nota falsa
Uma cidadã passou a maior vergonha ontem ao receber a ligação do Santander. O funcionário disse que era falsa a nota de R$ 100 que ela depositara. A cliente recebera a nota num caixa eletrônico do Itaú em Copacabana.

Grita
Donos de restaurantes querem uma reunião com Pezão. Dizem que é preciso atualizar critérios adotados nas blitzes pelos fiscais do Procon.

Últimas de Rio De Janeiro