Dono de bar é assassinado no Batan

Crime ocorreu dentro do estabelecimento. Francisco Carlos Vieira de Souza teria relatado ameaças um dia antes da morte

Por O Dia

Dono de bar na Favela do Batan foi assassinado dentro do estabelecimentoReprodução Internet

Rio - O dono de um bar foi morto a tiros dentro de seu estabelecimento na Favela do Batan, em Realengo, na Zona Oeste. O crime ocorreu na noite desta terça-feira na comunidade pacificada desde fevereiro de 2009 e que era dominada por milicianos. A Divisão de Homicídios (DH) da Capital investiga o caso.

O comerciante Francisco Carlos Vieira de Souza, de 41 anos, estava no bar, na Estrada do Engenho Novo, quando homens chegaram no local e dispararam vários tiros. Segundo informações, Carlão, como era conhecido a vítima, estava recebendo ameaças de morte e já havia comunicado aos policias da UPP da comunidade.

Perguntada sobre o relato de ameaça feito por Carlão um dia antes de sua morte, a Coordenação de Polícia Pacificadora se limitou a dizer que as informações foram passadas para a Polícia Civil, que investiga o caso através da Delegacia de Homicídios. Os moradores também denunciam que houve uma diminuição no número de policiais da unidade policial da favela.

De acordo com a especializada, testemunhas prestaram depoimento e agentes estão em busca de imagens de câmeras de segurança para ajudar a descobrir a autoria do crime.

Últimas de Rio De Janeiro