Passageiros poderão fiscalizar ônibus por meio de aplicativo

Quem baixar o programa poderá fazer reclamações em tempo real a partir de agosto

Por O Dia

Rio - Passageiros de ônibus intermunicipais vão assumir o papel de fiscais. Com o novo aplicativo para celular criado pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), que será disponibilizado em agosto, usuários poderão fazer reclamações em tempo real sobre o serviço e gerar notificações às empresas. Através do Sistema de Inteligência e Monitoramento (SIM), lançado ontem pelo órgão, toda a frota intermunicipal estará incluída na nova plataforma de fiscalização até o fim do ano. Atualmente, seis linhas já estão sendo monitoradas.

Dados dos GPS dos ônibus são transmitidos para uma central de controle%2C que poderá detectar atrasos e mudanças irregulares de itinerárioHenrique Freire / Reprodução

Inicialmente, o aplicativo servirá como canal de reclamação, mas a expectativa da Secretaria Estadual de Transportes é que, no ano que vem, o sistema sirva como prestador de serviço para o passageiro. “Hoje o usuário precisa registrar uma queixa pela ouvidoria, mas com o aplicativo, ele vai mandar informações em tempo real, que será checada imediatamente pela central, e pode resultar em notificações à empresa. Ano que vem, a ideia é incluir no sistema, uma ferramenta de acompanhamento da viagem de cada linha”, explicou o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório.

Com o SIM, fiscais do Detro passaram a monitorar desde ontem, rotas, quantidade de veículos por linha, viagens realizadas, média de passageiros e velocidade de cada ônibus. Os dados são coletados do GPS dos veículos e enviados online para a central de fiscalização. O investimento do Departamento foi de R$ 3 milhões. “Queremos garantir a melhoria do serviço. Da central, o fiscal vai poder emitir multas direto para as empresas, se for comprovado a irregularidade, como o desvio de itinerário, por exemplo”, detalhou o secretário.

Na primeira fase, 260 coletivos intermunicipais foram cadastrados e, até julho, o sistema estará presente em mais de 2 mil veículos. Nesta segunda etapa, o SIM terá a inclusão dos indicadores de multas de trânsito, consumo de combustível, confiabilidade e satisfação do cliente. Os 13 mil ônibus do estado serão monitorados até o fim do ano.

Fiscais de rua monitorados

O novo sistema de monitoramento do Detro também vai controlar o trabalho dos fiscais de rua. As imagens das câmeras internas de cada veículo utilizado nas operações serão enviadas automaticamente para a Central.

“Vamos ter a certeza se o fiscal está fazendo o certo, pois vamos checar se a infração foi aplicada corretamente”, informou o secretário Osório.

A Justiça de São Paulo determinou ontem a suspensão do aplicativo Uber em todo Brasil. A ferramenta, que era alvo de críticas principalmente dos taxistas, conecta motoristas autônomos e usuários em busca de transporte. A decisão estabelece ainda que as empresas de tecnologia, como o Google, Samsung e Apple, deixem de fornecer o aplicativo.

Últimas de Rio De Janeiro