Por tiago.frederico

Rio - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão voltaram a ser atacados por traficantes, no início da tarde de domingo, no Beco do Flipper, mesmo local onde, na manhã de sábado, o soldado Marcelo Soares Silva do Reino foi baleado no peito. Segundo o Comando de Polícia Pacificadora (CCP), desta vez não houve feridos, e os bandidos fugiram após o confronto.

LEIA MAIS: Estado de saúde de PM baleado no Complexo do Alemão é grave

A Polícia Militar intensificou as buscas para encontrar os traficantes que atacaram os policiais, mas até domingo à noite ninguém havia sido preso. Enquanto isso, o soldado Marcelo Reino continua internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, o policial foi operado no sábado, mas seu quadro clínico é considerado grave. De acordo com a direção da unidade, ele está internado na unidade em um leito de terapia intensiva.

Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão, o soldado Marcelo fazia patrulhamento na Rua Joaquim de Queiróz, por volta das 10h30, quando foi baleado no tórax. Marcelo estava usando colete à prova de balas, mas o tiro furou o equipamento de proteção e o atingiu.

PMs da UPP do Alemão fazem patrulhamento no complexo de favelas Banco de imagens

A PM afirmou que todos os coletes usados pelos policiais da UPP do Alemão estão em condições de uso, mas disse que vai aguardar um laudo da Polícia Civil para ter mais informações sobre o que ocorreu com o equipamento usado pelo policial.

FOGUETEIRO

Pela manhã, policiais militares foram surpreendidos por outro ataque à UPP, desta vez nos morros da Coroa-Fallet-Fogueteiro. Um homem morreu baleado durante tiroteio entre policiais da UPP e bandidos. O tiroteio aconteceu por volta das 11h de domingo. Os policiais estavam em ronda na localidade conhecida como Campo do Capitão quando foram surpreendidos pelos desconhecidos, que estavam armados de fuzis. Quando um deles caiu baleado, os comparsas fugiram. A identidade dele não foi informada.

Os soldados apreenderam uma pistola, quatro carregadores, drogas e uma quantia em dinheiro. Logo depois do tiroteio, a PM montou reforço na área, usando policiais do Comando de Operações Especiais e tropa de outras UPPs. Há buscas nas comunidades à procura dos bandidos, que escaparam. O caso foi registrado na 5ª DP.

Você pode gostar