Por nicolas.satriano

Rio - Sete espadas militares, cinco delas do período imperial e dois espadins da República, foram apreendidos ontem por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) em uma casa em Santa Rosa, em Niterói. Os agentes estavam em busca de uma arma do Século 19, roubada em dezembro do ano passado do Museu Histórico de Sergipe, na cidade de São Cristóvão, no Estado de Sergipe.

Espadas encontradas foram roubadas de museu em SergipeDivulgação

A ação contou com o apoio da Assessoria de Inteligência Policial (Assinpol) do Rio, que, em trabalho de investigação com a Polícia Civil de Sergipe, recebeu informações sobre a localização da peça e deu início às apurações com a Delegacia de Roubos e Furtos.

A espada roubada em Sergipe foi encontrada em uma casa no bairro de Santa Rosa. De acordo com o delegado Márcio Braga, titular da DRF, além do objeto, no imóvel foram encontradas outras seis espadas e dois espadins. Ainda segundo o policial, o dono do imóvel é um colecionador e alegou ter comprado as peças pela internet. Ele foi autuado por receptação culposa, sem intenção.

A espada roubada no Sergipe será devolvida ao Museu. As outras foram enviadas para passar por perícia de técnicos Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan). De acordo com as investigações iniciais, devido a seu valor histórico, esses tipos de espadas podem ser vendidas a colecionadores por até R$ 6 mil no mercado clandestino.

Você pode gostar