Justiça arquiva inquérito de chacina

Caso havia sido reaberto em 2013, a pedido da Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio arquivou nesta sexta-feira, a pedido do Ministério Público, o inquérito que apurou a chacina de 13 pessoas na Favela Nova Brasília, Zona Norte do Rio. As vítimas foram mortas, em 8 de maio de 1995, durante operação da extinta Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos Contra Estabelecimentos Financeiros.

O caso havia sido reaberto em 2013, a pedido da Comissão Interamericana de Direitos Humanos. As investigações passaram então a cargo do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). O MP informou que foram realizadas diligências e testemunhas foram ouvidas para se obter novas provas. Foram também realizadas perícias de confronto balístico em 16 armas, as quais, contudo, resultaram negativas ou inconclusivas.

“Certo é que a descrição das lesões em algumas vítimas indicam que as mesmas foram executadas, em situação, portanto, diversa de legítima defesa. Ocorre que, apesar de todas as diligências realizadas, não se conseguiu identificar de quais armas partiram os disparos”, informou a promotora Carmen Eliza Bastos.

Últimas de Rio De Janeiro